Nirvana: “falei para Kurt que a sua alma era espiritualmente vazia”

September 13, 2017

 

O baixista fundador do NIRVANA, Krist Novoselic, recentemente fez uma publicação em rede social e que foi vinculada ao jornal Seattle Times.

 

Logo abaixo, leia somente um trecho da publicação de Novoselic:

 

 

Leia este artigo no Seattle Times sobre o abuso de drogas, cuidados com a saúde pública e uma economia lenta na cidade de Aberdeen/Washington. Abaixo estão alguns rápidos pensamentos que estas questões conjuraram em minha mente.

 

Eu tenho uma conexão profunda com Aberdeen. Como adolescente, jovem e adulto, vivi lá principalmente de 1979 a meados de 1988. Durante esse tempo, eu era de meios financeiros escassos - se não, todo quebrado. Descobri que Aberdeen ainda poderia oferecer oportunidades. Trabalhei no Taco Bell, Pietros Pizza, Sears Warehouse, no South Shore Mall, empreiteiras de pintura e plantação de árvores em lugares queimados. Eu deixei o meu último emprego em 1988, fazendo U$ 6,00 dólares por hora. Esse foi o meu maior salário por hora antes da indústria da música me colocar onde estou hoje.

 

Lamento saber sobre o abuso de drogas em Aberdeen... Na verdade, como jovem vivendo numa cidade portuária, eu me entreguei principalmente ao álcool e a maconha. Dito isto, nunca as deixei interferir no meu trabalho. Sempre deixei de trabalhar porque fui “queimado” pelas pessoas e não “queimado” pela dependência química. Mesmo assim, eu olho para trás com bons olhos na época em que andava pelo município de Grays Harbor/Aberdeen. Havia, e ainda têm, muitas pessoas excelentes por lá, mas algumas infelizmente já morreram - eu sempre tive um boa relacionamento com o pessoal de lá.

 

Lamento saber sobre o suicídio que eu li no artigo do jornal, sobre uma mãe lutando com o vício em drogas e que tirou a sua própria vida. Não pude deixar de pensar em pessoas que conheci que se mataram, que também estavam lutando contra os demônios do abuso de drogas.

 

Kurt Cobain morava em uma mansão no Lake Washington Boulevard, Seattle. Chris Cornell tinha um condomínio de luxo na praia de Miami, entre outros lugares. Como a mãe que cometeu suicídio no artigo do jornal, essas pessoas também eram pais. Outro artigo na revista Times mostrou um rapaz injetando heroína embaixo da ponte do rio Wishkah/Aberdeen... Então eu lhes pergunto: mentalmente, quão longe o rapaz e a mãe que se matou estão dos amigos que eu perdi?

 

Eu acho que as almas que lutam contra a dependência de drogas estão espiritualmente vazias. Eu disse isso a Kurt uma vez e ele não teve uma resposta para mim... Courtney estava lá naquele momento e ela concordou comigo!!!

 

Agradeço a Deus que existe algo dentro de mim, algum tipo de sentido espiritual que me mantém apoiado. Por exemplo, na década de 80 até hoje, percebo como as árvores pendem sobre a água enlameada no rio de Aberdeen. Eu amo notar essas coisas, sabe? Um inverno incessantemente frio e úmido? Eu adoro entrar em uma casa morna com aroma de molho de macarrão no fogão. Havia também os álbuns de bandas como o BLACK SABBATH e do FLIPPER para ficar escutando... Logo depois, comecei a tocar numa banda de Aberdeen.

 

Sim, também houveram traumas em minha própria vida que acho pesado o suficiente para me afetar cognitivamente, o que levou muitos anos para superá-los. 

 

Ao meu ver, Aberdeen é como a vida, é o que você faz com ela.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Grunge: Top 50 melhores álbuns pela Revista Rolling Stone - nº 38

November 12, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead