top of page
  • by Brunelson

Screaming Trees: "somente aqueles que entendem a escuridão da humanidade podem cantar sobre a luz"


Foi constatado que Mark Lanegan, vocalista do SCREAMING TREES, esteve em contato apenas 02 semanas antes de sua morte com o vocalista/guitarrista Alain Johannes - da banda ELEVEN e com participações na banda solo de Chris Cornell e no QUEENS OF THE STONE AGE.

Johannes disse em rede social que ambos iriam gravar um novo álbum.

Eddie Vedder também fez uma declaração no show solo realizado ontem em Seattle (22/02/2022), falando sobre o falecimento de Mark Lanegan.

Confira somente um trecho do que Vedder disse e o vídeo você pode assistir no final dessa matéria:

“Cheguei aqui às 16:00hs e de repente o meu corpo começou a tremer e comecei a me sentir muito mal. Tive uma reação alérgica à tristeza... Perdemos Mark Lanegan”.


O baterista do SCREAMING TREES e do MAD SEASON, Barrett Martin, também teceu belas palavras em rede social ao seu amigo e ex-colega de banda.


Confira:


"O nosso amado irmão, colaborador e colega pirata, passou hoje para o mundo espiritual. Agora, Mark Lanegan está se movendo rapidamente pelos reinos, então, vamos elogiar a sua grandeza, o seu talento e a sua humanidade. Ele ainda pode nos ouvir.

Depois de quase 02 décadas percorrendo o mundo no SCREAMING TREES, todos nos tornamos irmãos de uma forma diferente de qualquer outro tipo de irmão. Mark estava cheio de contradições, com certeza, mas de que outra forma ele poderia estar quando estava destinado a cantar o seu blues? Somente aqueles que entendem a escuridão da humanidade também podem cantar sobre a sua luz e Mark pôde cantar nos dois lados e soberbamente. Por causa dessa contradição, entendemos Mark de uma forma que apenas um grupo literal de irmãos pode entender, porque vimos tudo em primeira mão, juntos, naquelas décadas na estrada e no estúdio.

Mark tinha uma voz para todos os tempos, verdadeiramente um dos maiores vocalistas americanos de todos os tempos. Os críticos muitas vezes afirmavam que a sua voz vinha de beber uísque, mas Mark já cantava assim quando era jovem e sóbrio, uma voz antiga plantada dentro do corpo de um jovem. Aliás, nunca vimos Mark beber uma gota de uísque – gim & tônica era a sua bebida preferida, além de muitos cigarros.

Os críticos nunca acertaram...


Muitas vezes brincamos depois que a banda se separou em junho de 2000, que poderíamos finalmente ser amigos agora que não estávamos mais em uma banda. E amigos éramos, embora à distância e principalmente através de e-mails e telefonemas ocasionais.

O livro de Mark para contar tudo sobre a sua vida, 'Sing Backwards And Weep', diria que 'amassou' muitos no caminho errado, mas depois que o choque inicial passou, todos nós fizemos as pazes e rimos do senso de humor irônico e do ótimo estilo de contar histórias de Mark.


Mark tinha a capacidade de contar as histórias mais horríveis, mas você ria alto enquanto ele contava a história até a sua conclusão. Ele tinha aquela inteligência afiada que todos os grandes escritores têm, porque ele também tinha uma visão aguçada do coração das pessoas – e Mark nos mostrou todo o espectro da humanidade.

É apropriado que Mark falecesse em sua terra natal adotiva, a Irlanda, onde ele se orgulhava de suas raízes irlandesas – além do seu cabelo levemente ruivo. E na verdade, todos nós do SCREAMING TREES possuímos raízes irlandesas em nossas famílias, então, estamos todos lá com ele, enquanto ele volta para a Terra.

No último livro de Mark Lanegan lançado no final de 2021, “Devil in a Coma”, ele fez uma declaração final que é tão atemporal quanto qualquer coisa escrita por qualquer mestre Zen há mil anos atrás.

Acho melhor terminar com as próprias palavras de Mark:


'O vigia e os observados são os mesmos O bem e o mal são as viradas do mesmo espelho E tudo é amor E o todo é Deus'"












Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page