• by Brunelson

R.E.M: vocalista e baixista em entrevista para marcar os 30 anos do álbum "Out of Time"


O vocalista Michael Stipe e o baixista Mike Mills da banda R.E.M, foram entrevistados pelo radialista Matt Wilkinson da Apple Music Hits, para falarem sobre o 30º aniversário do seu icônico álbum, "Out of Time" (7º disco, 1991). Os membros relembraram das suas experiências ao compor este álbum e do seu legado até hoje.


Seguem alguns trechos:

Michael Stipe sobre não ouvir o disco "Out of Time" há décadas:


“Quero dizer, eu realmente gosto muito desse álbum... Na verdade, eu amo esse disco ou a maior parte dele. Você faz algo e isso se torna parte do seu DNA, quero dizer, nós trabalhamos tão duro e por tanto tempo nessas músicas, letras, descobrindo as melodias e como tudo iria se encaixar... O tempo vai passando, você se afasta disso e realmente não olha mais para trás”.

Sobre a música “Losing My Religion” e a reação que teve em todo o mundo:

Michael Stipe: “Você sentia antes de ver. A energia saindo de uma plateia, uma grande plateia numa arena ao ar livre, com as primeiras notas saindo, aqueles primeiros sons e o lugar explodindo de energia. Conseguimos tudo isso estando no palco, sendo elevados e sendo o centro das atenções. Tudo veio diretamente para nós, tipo, foi um tiro no braço e a maior sacudida de adrenalina que poderíamos ter... O sentimento mais poderoso que acho que já senti na minha vida”.

Mike Mills: “Honestamente, estou tendo calafrios só de pensar nisso agora, porque havia muita alegria no ar, quero dizer, ao começar essa música e tocá-la, você deixava tantas pessoas muito felizes que foi um prazer tocá-la sempre. Para ser capaz de aumentar tanto o nível de energia e prazer de todos, ainda é emocionante pensar nisso”.

Mike Mills por não saber que a canção “Losing My Religion” seria um sucesso estrondoso:


"Não, não a criamos com esse intuito. Você não pode realmente, tipo, você não pode saber o que vai fazer. Você não pode saber e foi especialmente o que aconteceu com a música "Losing My Religion". Como dissemos, é uma canção de 05 minutos com um refrão e o bandolim é o instrumento principal. Não tinha nenhuma maneira de prever que seria uma música de sucesso, então, você só a toca de forma descompromissada”.

Michael Stipe sobre a música "Shiny Happy People":


“A banda tinha acabado de me presentear com esse tipo de música idiota e eu estava, tipo: "É sério, mesmo? Vocês estão me fornecendo esta melodia para escrever as letras também? Verifiquem direito essa merda", mas então, seguimos em frente com esta canção e nunca mais olhamos para trás”.


* R.E.M: a história de raízes trágicas por trás da música de sucesso "Shiny Happy People"


"Losing My Religion"


"Shiny Happy People"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques