top of page
  • by Brunelson

Philip Selway: "há um desejo coletivo em fazer novas músicas com o Radiohead", disse o baterista


O baterista do RADIOHEAD, Philip Selway, foi entrevistado pela revista britânica New Music Express e falou sobre o seu novo álbum solo, "Strange Dance" (3º disco, a ser lançado em 24 de fevereiro de 2023) e sobre o futuro de sua banda, desde 2016 sem lançar um álbum de estúdio.


Segue a matéria e entrevista quase na íntegra: Sobre como pequenos locais moldaram o RADIOHEAD no início de carreira, Selway verbalizou na entrevista o "desejo coletivo de fazer novas músicas com o RADIOHEAD".

Selway está como embaixador da Independent Venue Week 2023, que vai até 05 de fevereiro e marcará o 10º aniversário da iniciativa. Mais de 300 locais no Reino Unido sediarão centenas de shows e eventos esta semana para celebrar e apoiar os espaços independentes de música ao vivo no país, bem como as pessoas que os possuem, administram e trabalham neles.

“É importante pra mim em alguns níveis”, disse Selway. “Tive a sorte de sair e fazer um documentário com a Independent Venue Week em 2019 e visitei locais que o RADIOHEAD tocou nos primeiros dias e onde toquei as minhas coisas solo. Ser capaz de se envolver com isso em um nível mais amplo e com a comunidade que vem desses locais e o que faz tudo acontecer nos bastidores, é aquela sensação de paixão incrível e trabalho duro que vem num local e que foi uma experiência incrível”.

Ele continuou: “Você não administra um local pelo dinheiro – são projetos de paixão. No centro disso estão eventos culturais incríveis todas as noites do ano e em todo o país. Eu olhei para o nosso tempo no RADIOHEAD e refletindo sobre isso me fez perceber o quão importante esses locais foram para nós em nosso desenvolvimento”.

Selway disse na entrevista que o RADIOHEAD havia tocado apenas 07 shows antes de assinarem com uma grande gravadora, e a maioria deles foram em Oxford, Inglaterra, sua cidade natal. O baterista explicou como os primeiros shows em espaços mais íntimos e que levaram ao lançamento do álbum de estreia em 1993, "Pablo Honey", ajudaram a moldar a banda na qual eles se tornaram.

“É ser capaz de sair e ter essa rede de locais e poder aprimorar as nossas apresentações e fazer uma conexão com pessoas de todo o Reino Unido, para nos permitir ter esse feedback imediato e que nos moveu como uma banda de uma maneira incrível”, disse ele. “Você vê isso acontecer repetidamente e esses pequenos locais também são ótimos lugares para se apresentar na questão da acústica".

“Existem tantas maneiras vitais pelas quais esses locais apoiam a indústria. Eles treinam pessoas técnicas que depois se tornam tripulantes de estrada. Há uma riqueza de conhecimento construída ao longo de décadas, tipo, no início, quando você está saindo em turnê como uma banda, as pessoas nesses locais fazem a estrada parecer um lugar menos solitário. Você começa a construir uma rede de rostos familiares”.

Questionado sobre o que ele lembrava sobre o 1º show do RADIOHEAD que foi no Oxford's Jericho Tavern em 1987 - quando a banda ainda se chamava ON A FRIDAY - Selway respondeu: “Oh, Deus! Estávamos abrindo para alguém, acho que a banda se chamava SUBWAYS OF JAZOO... Só me lembro da emoção de estar neste local onde bandas consagradas já haviam tocado. Tocar naquele palco é uma afirmação que chancela o que você faz. Parecia um negócio real".


Ainda prestando homenagem ao Jericho Tavern, que também foi palco de shows iniciais de outras bandas britânicas, Selway continuou: “Era um local bem administrado com experiência. Entrando no local todo molhado da chuva, você sabia que estava em boas mãos. Parecia um lugar seguro para se estar como uma banda e muito empolgante. É aqui que acontece as coisas e este sentimento nunca saiu de mim ao entrar em um local para shows. Você se sente muito conectado com todas as bandas que tocaram lá antes de você e com todo o público que curtiu estes shows".

“Apenas ter esta consistência de tocar noite após noite é realmente onde você forja a sua identidade como banda. Esse imediatismo e proximidade com as pessoas que vêm te ver e poder falar com o público depois do show, lhe dá um feedback realmente valioso. Esses locais surgiram do amor pela música e esse é um ambiente realmente saudável para aprender as suas habilidades. Ele estabelece os valores certos no que você deve fazer".

O último álbum de estúdio da banda veio em 2016, "A Moon Shaped Pool" (9º disco), e a sua última turnê foi em 2018. Em 2021, a banda lançou um álbum triplo celebrando o relançamento dos álbuns "Kid A" (4º disco, 2000) e "Amnesiac" (5º disco, 2001), junto com um terceiro disco de raridades e lados-b.






Selway recentemente ganhou as manchetes ao confirmar que o RADIOHEAD "se reuniria no início de 2023" para "começar a procurar outras ideias para o que vem a seguir", com o relançamento comemorando agora o 20º aniversário do álbum "Hail to The Thief" (6º disco, 2003).


Quando a revista britânica pediu uma atualização sobre o status atual do RADIOHEAD, Selway falou: “Nós nos reunimos e estamos conversando sobre planos futuros, mas no futuro imediato todos temos outros projetos paralelos que gostaríamos de vê-los devidamente concretizados. Há um desejo coletivo de fazer música de uma forma ou de outra entre nós 05 da banda e todos nós realmente valorizamos esse relacionamento musical, pois isso existe há 38 anos... Continua sendo muito importante para nós”.

Já encaminhando à final da entrevista, Selway tem alguma ideia ou desejo sobre qual direção o RADIOHEAD pode tomar a seguir?

“Não saberíamos nada sobre isso até que estivéssemos todos juntos numa sala e provavelmente não teria uma direção firme até que estivéssemos bem dentro dessa ideia”, respondeu o baterista. “A resposta curta para isso é: ‘a ser confirmado’".

Ele concluiu: “Trata-se apenas de encontrar este cenário quando um grupo de músicos está pensando e disparando em todos os cilindros. Esse é o cenário dos meus sonhos: estar naquele tal lugar. Essa é minha única aspiração”.


"Desert Island Disk" (Disco: "A Moon Shaped Pool")


Comentarios


Mais Recentes
Destaques
bottom of page