top of page
  • by Brunelson

Radiohead: por que eles recusaram o seu primeiro contrato de gravação?


Atualmente, RADIOHEAD é uma das bandas de rock mais criticamente adoradas e comercialmente bem-sucedidas em todo o mundo, mas em 1987 eles eram apenas garotos da escola que estavam tocando rock alternativo na garagem sob o nome de ON A FRIDAY.


Os membros do grupo eram alunos da rígida Abingdon School em Oxfordshire, Inglaterra, onde a natureza rígida da escola oferecia pouca vazão para as suas ambições criativas.

De acordo com o vocalista Thom Yorke, foi através dos programas de artes da escola que ele e os outros membros da banda realmente encontraram a sua direção: “A escola de música e a escola de arte eram o meu santuário”, disse Yorke no programa de rádio Desert Island Disks. “Acho que tive muita sorte... Dois desses professores – o coordenador do departamento de arte e o coordenador do departamento de música – viram algo em mim e me deram um apoio incrível. Você só percebe depois o quanto isso é importante e estou absolutamente convencido de que, se esses dois homens gentis não tivessem feito isso comigo, eu não estaria aqui hoje fazendo o que faço”.


ON A FRIDAY focava mais nos ensaios e não faziam muita questão de se apresentarem ao vivo, com as suas ambições restritas a pubs locais ou pequenas festas. Durante todo o tempo, os jovens membros da banda estavam gravando fitas demo e se preparando para seguir uma nova fase de suas vidas frequentando a universidade, mas foi com a força de uma de suas fitas demo que levou Yorke e o guitarrista Ed O'Brien à sede da gravadora Island Records em 1987 para uma reunião.


Os dois foram apresentados a um possível acordo contratual, mas Yorke e O'Brien decidiram que não era o momento certo: “Foi legal, mas nenhum de nós se sentiu mentalmente pronto para o que estava acontecendo”, explicou Yorke. “Senti que realmente queria ir estudar artes naquele período e não me sentia mentalmente pronto para assinar um contrato e passar o resto da minha vida em turnê”.

Yorke mais tarde citou o contrato recusado com a gravadora como “a melhor decisão que tomei”. Ele explicou que “a coisa da faculdade de artes me surpreendeu e sem esses anos na faculdade eu não estaria criativamente preparado para o que aconteceria depois”.

Mesmo durante os seus anos de faculdade, os membros do ON A FRIDAY continuaram a ensaiar e fazer alguns shows, mesmo que outro contrato de gravação se mostrasse indescritível.


Foi somente quando o baixista Colin Greenwood fez amizade com um representante de uma loja de discos em que ele trabalhava, que a ON A FRIDAY recebeu outro contrato de gravação.

Uma das estipulações que a mega gravadora EMI Records tinha, era que a banda precisava mudar de nome e uma rápida varredura na lista de canções do TALKING HEADS forneceu uma solução: RADIOHEAD.

Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page