top of page
  • by Brunelson

Jane's Addiction: resenha do show em Londres - 27/05/2024


Confira a resenha que a revista britânica New Music Express fez sobre o show do JANE'S ADDICTION realizado em Londres no dia 27 de maio de 2024 (foto), onde concedeu nota máxima de 05 estrelas:




Os ícones do rock alternativo fazem um retorno explosivo ao Reino Unido se apresentando no The Roundhouse. De volta à sua formação original e 14 anos depois de terem tocado pela última vez no país, as lendas dos anos 90 provam que ainda são uma força a ser reconhecida.


JANE'S ADDICTION atravessou o oceano para uma série de shows na Europa e é justo dizer que muita coisa mudou desde então.


Seu último trabalho de estúdio foi lançado há mais de uma década - que foi o single da música "Another Soulmate" (2013) - e enquanto o vocalista Perry Farrell e o baterista Stephen Perkins direcionaram seus esforços para projetos paralelos e trabalhos solo, o baixista Eric Avery havia deixado o grupo em 2010 e o guitarrista Dave Navarro estava fora de ação lutando com longas complicações por causa da covid.


Então, quando finalmente eles voltaram tocando músicas novas com a formação original reunida pela 1ª vez em 14 anos, é justo dizer que os membros da banda estavam querendo detonar no palco.


No show em Londres o grupo abriu com a melodia atmosférica e misteriosa da música "Then She Did", uma escolha que à primeira vista parece pouco ortodoxa, dada a extensa e cada vez mais dramática linha tribal que apresenta. No entanto, à medida que estendem a música para além dos horizontes da gravação original que foi feita no estúdio, ficou claro que a banda poderia sentir a expectativa reprimida da plateia à sua frente e planejando manter o público na palma da sua mão, antes que todos nós pudéssemos nos soltar totalmente.


A partir daí, JANE'S ADDICTION entrou com força total e provando mais uma vez como solidificou seu legado na cena do rock alternativo há quase 40 anos. A canção "Pigs in Zen" foi tocada pela 1ª vez nessa turnê europeia, com Farrell cativando todas as atenções enquanto ele cuspia cada linha com pura convicção, o que só foi amplificado ainda mais com o poder trovejante da canção "Whores".


Agora de volta a todo vapor, as favoritas dos fãs, incluindo as clássicas músicas "Mountain Song", "Ain't No Right" e "Been Caught Stealing", chegaram em grande quantidade e muito rápidas. Navarro não apenas aproveitou todas as chances que teve para apresentar um número estonteante de licks eletrizantes em sua guitarra, mas Perkins e Avery seguraram a seção rítmica com intensidade suficiente para impor respeito a qualquer um, ao mesmo tempo em que sabiam telepaticamente quando tocar com a dinâmica certa e aceitar as novas interpretações e direções sonoras.


“Quero ter certeza de que faremos um bom show para todos vocês essa noite, especialmente porque ouvi dizer que alguns de vocês poderão ser convocados em breve”, brincou Farrell, fazendo um ataque não tão sutil aos planos potenciais do Reino Unido de reintroduzir a legislação nacional obrigatória ao exército. Esse foi um comentário muito mais moderado em relação aos seus comentários feitos contra políticos conservadores que verbalizou no 1º show dessa turnê realizado no intimista Shepherds Bush em Londres, poucos dias antes para 400 pessoas. 


E assim como foi naquele show, o grupo também aproveitou para apresentar música nova.


Desta vez, apenas a inédita "Imminent Redemption" fez parte do setlist, uma canção percussiva de inspiração tribal que logo se tornará um clássico em seus shows. A mesma foi seguida pelas músicas "Ocean Size" e "Three Days", com a última se tornando uma versão progressiva de quase 15 minutos de duração que transformou uma canção que já era impressionante em uma força própria.


“Essa é a última do show porque não preciso que vocês me deem a mão para que eu volte”, disse Farrell com indiferença, confirmando que não haverá encore break quando começaram a música "Stop", outra clássica do grupo. 


E assim, sem mais delongas, JANE'S ADDICTION saiu do palco provando que quase 04 décadas depois de formada, ainda é uma força a ser reconhecida.


Setlist:


1. Then She Did

2. Pigs In Zen

3. Whores

4. Been Caught Stealing

5. Ain’t No Right

6. Ted, Just Admit It

7. Jane Says

8. Imminent Redemption

9. Up The Beach

10. Ocean Size

11. Mountain Song

12. Three Days

13. Stop



Σχόλια


Mais Recentes
Destaques
bottom of page