Danny Goldberg: "percebi quando Kurt começou o problema com heroína"

October 15, 2019

 

Em recente entrevista para o site Music Business Worldwide, o empresário do NIRVANA, Danny Goldberg, revelou que Kurt Cobain desenvolveu o seu problema com heroína, depois que a sua banda derrubou Michael Jackson da posição nº 1 no ranking da Billboard.

 

Goldberg lançou em abril de 2019 - para marcar os 25 anos da morte de Cobain - o livro "Serving The Servant", narrando toda a sua trajetória ao lado do NIRVANA e de Kurt, até o fim da banda.

 

Sobre o sucesso do NIRVANA, Goldberg falou: “Foi muito agradável! Eu tinha 40 anos, estava no ramo desde os 19 anos e tive vários momentos de sucesso dos quais me orgulhava muito, mas nada com o que aconteceu com o NIRVANA, sabe? Ser um dos empresários do maior artista 'zeitgeist' da época (palavra alemã, significa 'espírito da época, de um certo tempo'), não apenas incrivelmente bem-sucedido, mas também incrivelmente influente e respeitado pelos críticos".

 

"Foi extremamente emocionante... Infelizmente, este sentimento de euforia durou muito pouco. O álbum 'Nevermind' foi lançado no final de setembro de 1991 (2º disco do NIRVANA), derrubando o álbum 'Dangerous' de Michael Jackson do topo da parada de álbuns dos EUA, sendo que o disco 'Nevermind' já vendeu mais de 25 milhões de cópias até o momento". 

 

"Mas em janeiro de 1992 - apenas 03 meses e meio depois - eu e várias outras pessoas percebemos que Kurt havia desenvolvido um problema com heroína".

 

"Um problema com heroína é muito doloroso e difícil de lidar, sendo você um artista ou não, se é bem-sucedido ou não, mas quando você é 'jogado' a essas complexidades adicionais..."

 

"Trabalhar com Kurt, conhecê-lo, vê-lo realizar o que fez, compondo essas músicas e ver os shows apresentados, foi uma das maiores experiências da minha vida, cara... Foi como trabalhar com um gênio". 

 

"Não há muitas pessoas nesse nível de brilho na história do rock'n roll, certo? É uma lista muito curta com Bob Dylan, John Lennon, Jimi Hendrix, Bruce Springsteen e incluiria Kurt Cobain".

 

"Então, essa parte foi tremendamente emocionante, agradável e quando ele estava com dor, seja física ou emocionalmente falando, eu não conseguia descobrir como fazer aquela dor desaparecer, sendo que essa parte da história era muito triste, sabe? Então, todas essas coisas coexistiram em sua vida”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Tom Waits: quando fez cover da canção "Take it as it Comes" do The Doors

September 21, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead