• by Brunelson

Smashing Pumpkins: baterista e vocalista questionados sobre as brigas do passado


Billy Corgan, frontman do SMASHING PUMPKINS, já insultou os membros originais da sua banda ao longo dos anos quando era o único membro original no grupo - mais precisamente entre 2009 à 2015 - embora atualmente esteja novamente reunido e de bem com o guitarrista James Iha e o baterista Jimmy Chamberlin.

Numa entrevista para a revista Rolling Stone em 2010, Corgan descarregou em Chamberlin ao despedi-lo da banda em 2009: “Jimmy é um ser humano destrutivo e as pessoas destrutivas quebram as coisas. Não me vejo alcançando os níveis mais altos de minha criatividade se não estiver num ambiente saudável e sem pessoas prejudiciais ao meu redor.”

Lembrando que Chamberlin estava na banda quando retornaram do seu hiato em 2007, ficando no grupo até 2009 e retornando em definitivo no ano de 2015.


Mas a versão do baterista sobre isso é outra:


* Smashing Pumpkins: baterista revela por que havia saído da banda em 2009

* Smashing Pumpkins: baterista fala sobre novo álbum e por que saiu da banda em 2009


Para contextualizar, em 1996 o baterista havia sido realmente demitido da banda devido ao uso de drogas, culminando na overdose de heroína e óbito do tecladista de turnê do SMASHING PUMPKINS no seu quarto de hotel. Chamberlin estava junto com o falecido tecladista e era sempre o companheiro de quarto dele durante a turnê.


Após o final da turnê do álbum "Adore" do SMASHING PUMPKINS (4º disco, 1998), Chamberlin retornou sóbrio ao grupo.


E nesta semana, Jimmy Chamberlin e Billy Corgan foram entrevistados pelo jornal The Washington Post e disseram que estes insultos ficaram para trás.

Seguem alguns trechos:

Jimmy Chamberlin disse: “Ainda estamos aqui, juntos... Apesar de todos os empurrões, socos, insultos e coisas que fazemos quando éramos jovens leões, tivemos que colocar muitas dessas coisas de lado e olhar para o valor dos relacionamentos. Somos apenas pessoas diferentes agora, certo? Eu não sou o maníaco que era naquela época... Hoje, eu não gostaria de estar com o meu "eu" de 1995 e Billy provavelmente também não gostaria de andar com o cara que ele era”.

O jornalista trouxe à tona as rixas, incluindo entre Corgan e a baixista original que foi a única que não retornou ao grupo em 2018, D’arcy Wretzky, onde chegaram a trocar golpes virtuais após ser anunciado que ela não iria voltar à banda.

Com alguma relutância, Billy Corgan deixou essas divergências para trás, de acordo com a sua declaração ao jornal: “As coisas emocionais sempre giravam em torno de coisas pessoais e discordar com alguém que você estava 'namorando' ou algo assim... Estávamos entrando nos negócios um do outro quando provavelmente deveríamos ter ficado de fora”.


SMASHING PUMPKINS acabou de lançar o seu 10º álbum de estúdio, "Cyr". Confira o videoclipe da música "Confessions of a Dopamine Addict", lançada neste novo disco:


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead