• by Brunelson

Nirvana: a carta de Kurt Cobain a William Burroughs para participar do clipe de "Heart Shaped Box"


Kurt Cobain, o enigmático e intransigente frontman dos pioneiros do movimento grunge, NIRVANA, nunca teve vergonha de falar sobre alguns dos trabalhos que ajudaram a inspirar a sua visão criativa.

Enquanto ele revelou abertamente os seus 50 álbuns favoritos de todos os tempos, Cobain regularmente prestava o devido respeito a figuras influentes que, em um período de tempo ou outro, ajudaram a guiar a sua sede às vezes insaciável por artes e que ultrapassa limites.

O autor William S. Burroughs, é seguro dizer, sempre fez parte de sua vida.

Em 1992, Cobain entrou em contato com o seu ídolo de longa data, Burroughs, o escritor e artista visual que foi um dos principais escritores da Geração Beat de New York. Cobain, ansioso para formar uma colaboração musical, lançou uma ideia a Burroughs, que respondeu devidamente enviando ao vocalista do NIRVANA uma fita-cassete que ele gravou lendo um conto.

Essa história, que foi originalmente publicada em sua coleção chamada "Exterminator" de 1973, seria o pontapé inicial para alguns dos trabalhos mais obscuros que Cobain já fez. Adicionando alguns "noises" de guitarra ao fundo da gravação, a dupla foi capaz de criar uma faixa conhecida como "The Priest They Called Him" (que você pode escutar no final desse matéria).

Esse projeto, por mais reverenciado que fosse, de certa forma deixou um vazio na vida de Cobain. Embora fosse um sonho trabalhar com o seu ídolo, o projeto foi criado sem que as duas figuras criativas se encontrassem pessoalmente. Ainda ansiando por uma chance de manter uma conversa pessoal com Burroughs, Cobain estendeu a mão.

Durante a preparação para o videoclipe da música "Heart Shaped Box" (4º trabalho de estúdio do NIRVANA, "In Utero", 1993) e com um pouco de tempo livre, Cobain escreveu uma carta para Burroughs e pediu que ele aparecesse nos sets de filmagem. Enquanto Burroughs educadamente recusou, também resultou em uma amizade nascente.

“É um pouco estranho escrever para alguém que eu nunca conheci, mas com quem já gravei uma faixa”, escreveu Cobain em sua carta para Burroughs em 1993. “Gostei muito da oportunidade de gravar esta faixa com você e foi uma grande honra ser fotografado ao seu lado na divulgação da mesma. Estou lhe escrevendo agora sobre a possibilidade de você aparecer ao lado da minha banda (NIRVANA) em nosso 1º videoclipe do nosso novo álbum, 'In Utero'".

“Eu gostaria da oportunidade de deixar você saber pessoalmente por que eu queria que você aparecesse neste clipe”.

Cobain acrescentou: “Mais importante, eu queria que você soubesse que esse pedido não é baseado no desejo de explorá-lo de forma alguma. Percebo que histórias na imprensa sobre o meu uso de drogas podem fazer você pensar que esse pedido vem de um desejo de paralelo às nossas vidas. Deixe-me assegurar-lhe que este não é o caso. Como fã e aluno do seu trabalho, gostaria muito de ter a oportunidade de trabalhar diretamente com você, na medida em que você queira evitar qualquer uso direto de sua imagem (evitando assim o link acima mencionado para a imprensa devorar)".

“Enquanto eu ficaria orgulhoso em ter William Burroughs aparecendo comigo no mesmo videoclipe, estou mais preocupado mesmo em ter a oportunidade de trabalhar com você do que em deixar o público saber (se esse for o seu desejo)”.


Mais tarde, Cobain iria conhecer pessoalmente Burroughs (foto acima).


Fica o lembrete que vários artistas do rock quiseram conhecer o escritor pessoalmente e também conseguiram, como Michael Stipe (vocalista do R.E.M.), Jimmy Page (guitarrista do LED ZEPPELIN), Thurston Moore e Kim Gordon (vocalista/guitarrista e vocalista/baixista do SONIC YOUTH), dentre outros...

Confira na íntegra a carta de Kurt Cobain escrita a William Burroughs logo abaixo:

"02 de agosto de 1993 Caro Sr. William Burroughs É um pouco estranho escrever para alguém que eu nunca conheci, mas com quem já gravei uma faixa. Gostei muito da oportunidade de gravar esta faixa com você e foi uma grande honra ser fotografado ao seu lado na divulgação da mesma. Estou lhe escrevendo agora sobre a possibilidade de você aparecer ao lado da minha banda (NIRVANA) em nosso 1º videoclipe do nosso novo álbum, 'In Utero'. Embora eu saiba que Michael Meisel da Gold Mountain Entertainment (a empresa de gestão do NIRVANA) tenha conversado com o seu relação-públicas, James Grauerholz, eu queria ter a oportunidade de dizer pessoalmente por que eu queria que você aparecesse em nosso vídeo. Mais importante, eu queria que você soubesse que esse pedido não é baseado no desejo de explorá-lo de forma alguma. Percebo que histórias na imprensa sobre o meu uso de drogas podem fazer você pensar que esse pedido vem de um desejo de paralelo às nossas vidas. Deixe-me assegurar-lhe que este não é o caso. Como fã e aluno do seu trabalho, gostaria muito de ter a oportunidade de trabalhar diretamente com você, na medida em que você queira evitar qualquer uso direto de sua imagem (evitando assim o link acima mencionado para a imprensa devorar).


Eu ficaria feliz se o diretor do nosso vídeo investigasse técnicas de maquiagem que pudessem esconder a sua identidade. Enquanto eu ficaria orgulhoso em ter William Burroughs aparecendo comigo no mesmo videoclipe, estou mais preocupado mesmo em ter a oportunidade de trabalhar com você do que em deixar o público saber (se esse for o seu desejo). Dito isto, deixe-me reiterar o quanto eu gostaria de fazer isso acontecer. Embora me sinta à vontade para deixar Michael e James tratarem deste assunto, estou disponível para conversar sobre isso com você, conforme a sua conveniência. Muito obrigado pela sua consideração. Atenciosamente, Kurt Cobain"


"The Priest They Called Him"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques