top of page
  • by Brunelson

Courtney Love: "Kurt queria que as pessoas gostassem de mim, mas admito que sou completamente desagradável e nunca vou me desculpar por isso"


Courtney Love disse que depois da morte de Kurt Cobain “o ódio por mim atingiu um nível completamente novo”.


Ao ser entrevistada pelo jornal britânico Evening Standard, a vocalista/guitarrista do HOLE falou sobre as consequências da morte do frontman do NIRVANA e seu marido em 1994, Kurt Cobain. Love recebeu muitas reações após a morte de Cobain, com muitos até criando teorias da conspiração que a responsabilizavam.


Na entrevista, Love revelou que queria ser considerada “uma vadia”, enquanto Cobain queria que as pessoas gostassem dela.


“As pessoas costumavam dizer que eu era muito difícil de lidar e que eu era desagradável. Sim, sou completamente desagradável e nunca vou me desculpar por isso. Sempre quis ser conhecida como uma vadia, porque ser querida nunca foi a minha praia. Kurt queria que as pessoas gostassem de mim, mas eu não”.


“Kurt conseguiu se esconder atrás de mim e eu fui odiada, então, Kurt morreu e o ódio contra mim atingiu um nível completamente novo... Sabe, eu não planejei essas coisas”.


Love complementou: “Eu também me sinto a filha da puta mais sortuda na história do rock and roll”.


Ela falou sobre as mudanças em sua vida, dizendo: “Não houve um momento decisivo, mas mudei meu estilo de vida de forma significativa há 02 anos atrás, no mês de agosto. Durante anos não peguei um instrumento e deixei de ter o tipo de relacionamento que você precisa ter com uma guitarra para escrever boas músicas”.


Para encerrar, Love disse que a artista Lana Del Rey “devia realmente tirar 07 anos de folga”, depois de já tê-la chamado de "gênio". E que a estrela pop, Taylor Swift, “não é importante e não é interessante como artista”.

Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page