top of page
  • by Brunelson

Chris Cornell: qual foi a treta que o vocalista do Nine Inch Nails teve com ele?


Trent Reznor e Chris Cornell são duas das figuras mais distintas na história do rock.

O primeiro é um pioneiro do rock industrial e mentor criativo/vocalista do NINE INCH NAILS. Um visionário artístico, ele constrói músicas intensamente sombrias e pulsantes para a banda enquanto trabalha como um dos melhores compositores de trilhas sonoras contemporâneas.

Quanto ao falecido Cornell, ele foi uma das estrelas musicais definitivas da Geração X. Vocalista/guitarrista das bandas grunge, SOUNDGARDEN e TEMPLE OF THE DOG, ele também teve grande sucesso sendo o frontman do supergrupo, AUDIOSLAVE, e como artista solo.

E embora com amigos em comum para ambos e aparentemente muita veia artística para uni-los, por um breve período eles experimentaram uma estranha rivalidade.

Os problemas centraram-se no criticado disco solo de Chris Cornell, "Scream" (2009). Um álbum orientado para a pop music e produzido pelo criador de sucessos pop, Timbaland, o projeto viu o vocalista do SOUNDGARDEN profundamente enraizado na música pop. Com forte tendência eletrônica, a maioria dos ouvintes não conseguia acreditar no que estava ouvindo do ícone grunge. Sem surpresa, o álbum recebeu críticas terríveis de críticos e fãs.


Ciente da reação que isso evocaria, Cornell disse para a revista Rolling Stone pouco antes do seu lançamento: “Talvez eu seja um otimista ou apenas um idiota, mas realmente acho que os fãs aceitarão o conceito”.

Alguns dias após o lançamento do disco de Cornell, Trent Reznor foi às redes sociais para fazer um relato contundente sobre: “Sabe aquela sensação que você tem quando alguém se envergonha tanto que você mesmo se sente desconfortável? Ouviram o disco de Chris Cornell? Jesus".

Mais tarde naquele mesmo ano, ao ser entrevistado pelo site Eye Weekly, o vocalista do NINE INCH NAILS explicou o que estava por trás dele atacando Chris Cornell e o disco "Scream".

Ele meio que, brincando, admitiu que o seu grupo teve um problema com o SOUNDGARDEN depois que o álbum da banda grunge de Seattle, "Superunknown" (4º disco, 1994), havia impedido o álbum do NINE INCH NAILS, "The Downward Spiral" (2º disco, 1994), a ficar em 1º lugar no ranking da Billboard.

No entanto, Reznor destacou que as coisas eram muito “mais profundas” do que ele disse nas redes sociais. Ele questionou o que a incursão de Cornell na pop music representava.


Para ele, era uma questão de arte versus comércio.

Reznor falou: “Tínhamos essa incomodação sobre o SOUNDGARDEN porque o disco deles, 'Superunknown', foi lançado no mesmo dia que o nosso álbum saiu, 'Downward Spiral', e eles nos venceram para o nº 01 do ranking da Billboard. Eu realmente não tenho nenhum problema pessoal com Chris Cornell... O que eu disse na rede social é mais profundo do que pode ter aparecido na superfície”.

Continuando, ele acrescentou: “Estávamos na gravadora Interscope Records e um dia, o presidente da gravadora veio até mim com o nosso último disco em mãos, 'With Teeth' (4º disco, 2005), falando que eu deveria fazer algum tipo de 'coisa urbana' em nosso som, me dizendo: 'Foi Timbaland por um tempo, então, foi Pharrell por um tempo, porque é assim que você vende discos'”.

Reznor concluiu: “A ideia parecia tão absurda e ofensiva. Não estou falando sobre: 'Vamos fazer um disco com o Dr. Dre', porque isso seria bem legal. O que ele estava falando é fazer seu disco soar como o que está na rádio, seja apropriado ou não para você mesmo como artista. Foi o que Chris Cornell fez. Eu acho que quando alguém que é respeitado como ele segue por esse caminho, envia a mensagem de que não há problema em desistir de qualquer tipo de valor central que você tinha para ser a moda do momento. Eu não acho que está tudo bem. Eu acho que é prejudicial. Se tenho uma grande luta no mundo da indústria da música, é tentar manter a arte em 1º lugar e o comércio em 2º lugar”.

E Reznor ainda não havia terminado a sua campanha...

No dia 1º de abril de 2009, ele participou das piadas em redes sociais sobre o Dia da Mentira ao anunciar um novo álbum do NINE INCH NAILS, dizendo que havia sido produzido por Timbaland e com a participação de uma série de artistas, incluindo Chris Martin, Bono Vox, Jay-Z, Justin Timberlake, Fergie, Alicia Keys e Sheryl Crow.

Enquanto Reznor estava mirando em Cornell, a mídia aguardava ansiosamente por uma resposta do vocalista do SOUNDGARDEN e eventualmente eles conseguiram.

Cornell postou em rede social no estilo tipicamente enigmático: “O que você acha que Jesus escreveria nas redes sociais? ‘Aquele que estiver sem pecado que atire a primeira pedra’ ou ‘Alguém viu Judas? Ele estava aqui há 01 minuto atrás'”.

No entanto, tudo virou águas passadas, pois em 2014, SOUNDGARDEN e NINE INCH NAILS anunciaram uma turnê conjunta. Então, após o trágico falecimento de Cornell em 2017, Reznor expressou que “se arrependeu imediatamente” de como reagiu ao disco "Scream" de Cornell nas redes sociais, revelando que até tinha escrito um e-mail a Cornell para se desculpar.

Reznor disse para a revista Rolling Stone: “Antes da turnê que fizemos junto com o SOUNDGARDEN, escrevi um e-mail para Chris pedindo desculpas por aquela minha explosão. Ele foi muito legal e generoso sobre isso, me dizendo: 'É o passado, porra. Vamos em frente'. O Chris Cornell que eu conheci naquela turnê era um cavalheiro que tinha tudo sob controle. Ver Chris lançando aquele disco foi um golpe pra mim na época, porque eu pensava: 'Ele está acima disso, cara'. Chris Cornell é um dos 10 melhores vocalistas de todos os tempos”.

Que bom que tudo terminou bem e ficamos felizes por isso.



ความคิดเห็น


Mais Recentes
Destaques
bottom of page