Grunge: Top 50 melhores álbuns pela Revista Rolling Stone - nº 45

July 9, 2019

 

Fonte: Revista Rolling Stone

 

45) Banda: STOOGES

Disco: "Fun House" (2º álbum, 1970)

 

Quando o trio musical estelar de Seattle - Mark Arm (vocalista/guitarrista do MUDHONEY e GREEN RIVER), Mike McCready (guitarrista do PEARL JAM, MAD SEASON e TEMPLE OF THE DOG) e Barrett Martin (baterista do SCREAMING TREES e MAD SEASON) - se uniu ao baixista do VELVET REVOLVER, Duff McKagan (também nativo da cidade Esmeralda), para um show no Mercado Público em 2015, você estaria esperando que eles fossem apresentar um conjunto de canções da ninhada grunge. 

 

Em vez disso, eles tocaram um monte de músicas do STOOGES. 

 

03 músicas vieram do álbum "Fun House", um disco considerado como o Santo Graal não apenas para a elite do Noroeste do Pacífico americano, mas por praticamente qualquer luminária do rock alternativo ou underground que você pudesse nomear.

 

Embora o 1º álbum do STOOGES tenha trazido um vilão do estilo faroeste ao rock da invasão britânica da época, este 2º disco da banda lançado em 1970 - com o título em homenagem ao debochado clube da cidade Ann Arbor, Michigan - elevou a agressão sonora daquele tempo, com o guitarrista e baterista, Ron e Scott Asheton (irmãos), e o baixista, Dave Alexander, afiando o som deles em uma pulsação dura, insistente e purgando quaisquer vestígios remanescentes dos grooves dos anos 60. 

 

Enquanto isso, o lendário vocalista, Iggy Pop, com a sua magistral série de grunhidos sem palavras, gritos e uivos, bem como a sua entrega zombadora de hinos sexuais estridentes como nas canções "Loose" e "TV Eye", emanava dos alto-falantes como um feixe de laser numa pura identificação sonora. 

 

A 2ª metade desse álbum foi além do rock, adicionando o saxofone pós-Coltrane de Steve Mackay na faixa-título e na música que encerra o disco, “L.A. Blues”, implodindo numa conflagração de um jazz ruidoso, cacofônico e de uma forma livre de ser. 

 

Considerado um dos arquitetos e grande influência do grunge - em sua forma mais feia e sem remorso - STOOGES certamente despertou interesse aos olhos e ouvidos em extrema atenção dos seus futuros discípulos. 

 

Numa entrevista em 2009 com Buzz Osborne, vocalista/guitarrista de uma das seminais bandas do grunge, MELVINS, ele havia dito: "STOOGES é puro com uma música bandida, bem pensada, através de uma viagem de terror animalesca, bruta e selvagem, cuja beleza nunca será igualada. Os ROLLING STONES em seu auge absoluto não poderiam nem lamber as bolas desses caras”.

 

"TV Eye"

 

Confira também:

 

50) MOTHER LOVE BONE, "Apple" (1º álbum, 1990)

 

49) TOADIES, "Rubberneck" (1º álbum, 1994)

 

48) FECAL MATTER, "Illiteracy Will Prevail" (fita demo, 1986)

 

47) THE U-MEN, "Step on a Bug" (1º álbum, 1988)

 

46) VERUCA SALT, "American Thighs" (1º álbum, 1994)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Prophets of Rage: fãs concedem as suas opiniões sobre o "fim" do grupo

November 18, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead