Stone Temple Pilots: "o novo disco é para honrar Scott e homenagear Chester"

July 27, 2018

 

A rádio WGRD conduziu recentemente uma entrevista com Eric Kretz e Jeff Gutt - baterista e vocalista do STONE TEMPLE PILOTS.

 

Sobre a criação do último álbum homônimo lançado pela banda (7º disco, 2018):

 

Jeff: Foi muito trabalho, mas eles já haviam criado muitas músicas antes mesmo de eu ser escolhido, sabe? Então, na verdade foi um procedimento meio que sem costura quando entrei no grupo, com as coisas apenas se encaixando de uma forma muito orgânica e real.

 

Sobre a preparação para ser o novo vocalista do STONE TEMPLE PILOTS:

 

Jeff: Tinha muita coisa acontecendo, sabe? Eu não iria entrar na banda para ficar mexendo nas coisas e acabar aborrecendo todo mundo, mas já tinha muita coisa acontecendo. Eu tive que descobrir quais eram as minhas capacidades e como mantê-las, para também ao mesmo tempo me manter, mas que ainda tivesse a mesma familiaridade. Obviamente, eles criaram todas as músicas do novo disco, então iria soar como o STONE TEMPLE PILOTS não importando o quê, mas eu poderia ter entrado no grupo e ter "hackeado" alguns procedimentos, mesmo sem intenção... Graças a Deus, eu não fiz.

 

Sobre os conselhos que os outros membros do STONE TEMPLE PILOTS deram a Jeff, durante o processo de audição para escolha do novo vocalista:

 

Eric: Eu não acho que nós demos a ele algum conselho... Para escrever o novo material, ele estava sempre no topo do seu jogo, onde as coisas saíram muito rapidamente. Acho que isto se deve, porque estamos compondo o tempo todo e alguém aparece com um riff, nós pulamos dentro e tentamos algumas mudanças. Jeff foi muito bom em apenas pular dentro com as letras e mesclando com grandes melodias e harmonias vocais, então, não havia realmente nenhum preparo, sabe? Quero dizer, não é uma ciência exata para lançar foguetes ou coisa do tipo. Atualmente nos shows, nós apenas queremos chegar lá, subir no palco, tentamos tocar muito bem e não queremos deixar o processo morrer, certo?

 

Sobre quanta liberdade Jeff teve durante o processo de composição do novo álbum:

 

Jeff: Foi liberdade total, mas senti a responsabilidade de garantir que fosse um disco fiel do STONE TEMPLE PILOTS no final do dia, sabe? Porque a minha coisa toda estava ajudando-os a continuar a jornada do grupo e eu sentia que era menos sobre mim... Na verdade, era mais sobre honrar Scott Weiland e homenagear Chester Bennington, se certificando de que a banda continuasse do jeito que deveria.

 

Confira o áudio da canção "Middle of Nowhere", que abre o novo disco:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Smashing Pumpkins: "voltamos a ser nós mesmos"

September 27, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead