Pearl Jam: TOP 25 as mais "bandidas".

July 10, 2017

1ª parte:

 

ps: o site Rock in The Head comunica: para que a letra tenha o impacto e poder desejado ao ouvinte, é necessário ler a tradução das letras junto com a música, pois uma das características dessa banda é fazer com que a melodia e a dinâmica da música acompanhem o momento lírico, junto ao seu estado de tensão ou de satisfação. Ler a letra não estando acompanhado da música, não terá o mesmo efeito.

 

Seguem as músicas mais bandidas (lados-b, raridades, sobras de estúdio) do PEARL JAM. Já que só existem listas Top 10 das mais conhecidas (hits e singles) pela internet e revistas por aí afora, e como existe muita música boa dessa banda, vai um Top 25 mesmo (a ordem das músicas não é por qualidades da mesma, e sim, por ordem cronológica de lançamento):

 

 

25) “Garden” (Álbum: “Ten” - 1º disco, 1991) = levada característica da banda, onde a melodia e andamento da música mais parece um desenho da formação de uma onda. Vai mostrando desde o princípio quando o mar ainda está "flat" e a onda vai se formando vagarosamente, entrando na sua forma crescente até chegar ao seu ápice e queda. Este ciclo volta a se renovar novamente, até a música se entregar em um final esquecido... (ou será o mar ficando "flat" novamente)? Esta Gestalt da formação de uma onda é possível assimilar em várias músicas da banda. Quanto à letra da canção, há um verso que se encaixaria perfeitamente nos dias cibernéticos atuais, onde o vocalista Eddie Vedder canta: “eu não questiono a nossa existência, apenas questiono as nossas necessidades modernas”.

 

 

 

24) “W.M.A” (Álbum: “Versus” – 2º disco, 1993) = esta música possui uma levada tribal que sempre está presente nos álbuns da banda, mas aqui ela caminha sobre um andamento mais agressivo, com a levada das guitarras e do baixo de uma forma espetacular que vai permeando por toda a música. Possui uma letra forte e verídica sobre a morte por cacetadas de um negro por 02 policiais americanos após uma blitz. Mais tarde, os 02 policiais foram julgados e condenados. Letra também extremamente política. W.M.A significa: “White Man American”.

 

 

 

23) “Rats” (Álbum: “Versus” – 2º disco, 1993) = esta música possui aquela levada funkeada clássica pelo baixo. A introdução do vocal arrepia qualquer um, cantando (comparando) o estilo de vida do ser humano com a dos ratos. O pior, é que depois de ler a letra, fica claro como o estilo de sobrevivência e de socialização dos ratos dá um “banho” em nós, humanos...

 

 

 

22) “Leash” (Álbum: “Versus” – 2º disco, 1993)  = música quebraceira com aquele riff e solo de guitarra clássico do PEARL JAM. “Jogue a coleira, jogue a coleira, nós somos jovens”, diz o refrão dessa canção que havia ficado de fora do 1º disco do grupo.

 

 

 

21) “Tremor Christ” (Álbum: “Vitalogy” – 3º disco, 1994) = uma de várias músicas que faz referências a Deus, com respeito e temor. Não chega a ter uma levada 100% tribal, mas a bateria tem os seus méritos e semelhanças. Destaque para a parte final da canção com a dinâmica do vocal indo ao ápice e terminando do jeito mais sensível e introspectivo possível. 

 

 

20) continua...

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Soundgarden: viúva de Cornell processa a banda; revelado os nomes das canções inéditas

December 11, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead