top of page
  • by Brunelson

The Who: a opinião do vocalista e do guitarrista da banda sobre o Led Zeppelin


Não há amor perdido entre os membros do THE WHO, com o vocalista Roger Daltrey e o guitarrista Pete Townshend discordando em praticamente tudo o que há para discutir.


Sejam argumentos políticos, opiniões sobre músicas da banda ou até mesmo as suas visões contrastantes sobre o LED ZEPPELIN, Townshend foi mordaz em várias ocasiões sobre o LED ZEPPELIN, enquanto Daltrey não tem nada além de boas lembranças para compartilhar sobre o seu tempo na estrada com o grupo.


Em 2019, Townshend estava sendo entrevistado pelo jornal Toronto Sun e falou sobre o crescimento do som de sua banda ao longo das décadas. Em vez de responder à pergunta diretamente, Townshend viu isso como a oportunidade perfeita para dar uma cutucada no LED ZEPPELIN: “Não soa como o THE WHO daqueles primeiros anos de 'heavy metal'. Nós meio que inventamos o heavy metal com o nosso 1º disco ao vivo, 'Live at Leeds' (1970). Fomos copiados por tantas bandas, principalmente pelo LED ZEPPELIN, você sabe, bateria pesada, baixo pesado e guitarra pesada”, disse Townshend depois de soltar a sua língua mordaz.


Ainda em 1995, Townshend foi muito mais direto sobre o LED ZEPPELIN: “Não gosto de nada do que eles fizeram e odeio o fato de sermos um pouco comparado a eles. Eu simplesmente nunca gostei deles e é um problema real pra mim, porque, assim como algumas pessoas, eu acho o pessoal do LED ZEPPELIN ótimas pessoas para se ter uma amizade, mas eu nunca gostei do som da banda deles”, disse Townshend condescendentemente.

THE WHO lançou o seu álbum homônimo de estreia em 1965 e se estabeleceu como uma das bandas mais proeminentes do mundo quando o LED ZEPPELIN só entrou em cena no final da década. Apesar de ambos serem pilares fundamentais na história da cena musical londrina e mundial, THE WHO havia se tornado conhecido nos clubes noturnos da capital na época em que o LED ZEPPELIN se formou.


Nos EUA, o LED ZEPPELIN chegou a abrir alguns shows do THE WHO, onde Roger Daltrey ficaria hipnotizado por assistir as apresentações selvagens do LED ZEPPELIN.

Daltrey assistiu aqueles shows ao lado do palco e surpreso com o brilho deles. Mais tarde, ele diria numa entrevista para a revista Classic Rock: “Quando o LED ZEPPELIN saiu em turnê pela 1ª vez, achei eles fantásticos e eles abriram alguns shows nossos nos EUA. Na época, achei que eles eram brilhantes”.

“Ao longo de nossa história inicial, costumávamos fazer muitos shows com Jimi Hendrix e o CREAM”, continuou Daltrey. “Estávamos bem treinados nisso, mas o LED ZEPPELIN levou isto para outro nível. Havia um poder ali neles e eles eram como o CREAM, mas com muito mais peso. Jack Bruce (vocalista/baixista do CREAM) era realmente um cantor de jazz e blues, mas Robert Plant sabia como cantar rock (vocalista do LED ZEPPELIN)”.

“De repente, havia uma nova forma de música”, acrescentou Daltrey. “A cena musical estava começando a ficar um pouco cansada e até mesmo Jimi Hendrix estava começando a se cansar, mudando algumas coisas para o jazz, mas o LED ZEPPELIN regenerou o rock'n roll”.

Se você pensou que a avaliação de Daltrey sobre o LED ZEPPELIN não poderia ficar melhor, no programa da BBC Radio em 2019, Daltrey chegou a nomear Robert Plant como o seu "deus do rock".


Explicando a sua decisão, o vocalista do THE WHO falou: “Bom, eu era amigo de Jimmy Page nos anos 60 (guitarrista do LED ZEPPELIN) e os conhecia desde os primeiros anos. Foi Keith Moon (baterista do THE WHO) que surgiu com o nome Led Zeppelin, sabe? Me tornei muito amigo de Robert Plant e ainda somos até hoje. LED ZEPPELIN abriu alguns dos nossos shows nos EUA em seus primeiros dias”.


A memória da performance do LED ZEPPELIN para Daltrey é cristalina, pois deixou uma marca em sua mente por mais de meio século.


Daltrey continuou o seu respeito por Plant nessa mesma entrevista: “Eu também amo as coisas solo que ele faz. Robert está sempre explorando e eu amo as influências africanas na música solo que ele faz. Sabe, ele nunca é chato em seu som e é disso que eu gosto em Robert. Ele tem uma coragem incrível e eu sei que muitas pessoas falam pra mim: 'Robert Plant copiou você, pois você tinha cabelos longos, loiros e cacheados, então, ele apareceu com cabelos longos, loiros e cacheados'. Não, ele não me copiou. Robert era Robert e eu só gostaria de ter tido a mesma altura de tamanho que ele tem”.

Vale a pena destacar que o disco homônimo de estreia do LED ZEPPELIN (1969) foi lançado antes do disco ao vivo "Live at Leeds" do THE WHO, o que prova que esse álbum do THE WHO não foi o catalisador para Robert Plant, Jimmy Page, John Bonham e John Paul Jones descobrirem o seu estilo próprio no LED ZEPPELIN.

Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page