top of page
  • by Brunelson

Mike McCready: "ainda luto para tocar corretamente a música 'Eruption' do Van Halen"


O guitarrista do PEARL JAM, Mike McCready, recentemente deu uma explicação sobre por que ele começou a incluir amplificadores digitais em seu equipamento ao vivo. Ele prosseguiu afirmando que a nova série digital da Fender soa idêntica aos amplificadores antigos da empresa.

O guitar hero de Seattle é um fanático por amplificadores vintage e qualquer um que já foi a um show do PEARL JAM, pôde aproveitar a glória de suas enormes pilhas de amplificadores.

“O meu objetivo é o ‘não digital’, porque eu adoro as coisas valvuladas”, disse McCready em entrevista para a revista Guitar World, embora essa última turnê da banda divulgando o álbum "Gigaton" (11º disco, 2020), o público tenha visto o guitarrista fazer algumas mudanças radicais em seu equipamento.




Ou seja, ele trocou os seus amplificadores valvulados da Fender pelos novos produtos Tone Master da mesma empresa, especificamente o Deluxe Reverb e o Blonde Twin Reverb.


Relembrando a mudança e o rigoroso processo de testes que informaram a decisão, McCready falou: “A minha inclinação é sempre usar amplificadores valvulados, mas esses amplificadores digitais da Fender lado a lado com os amplificadores valvulados, soam exatamente como amplificadores valvulados. Eles são fenomenais e são alguns dos melhores amplificadores que eu já toquei. A Fender é consistente nisso e talvez esta seja a parte digital consistente deles".

“Mais uma vez, sou totalmente a favor do ‘não digital’. Eu adoro as coisas valvuladas, mas a nossa equipe de som e eu fizemos uma comparação entre eles com os Fenders e Twins normais e coisas do tipo, e eles soaram idênticos. Então, fazia sentido tocar com os equipamentos mais novos nos shows, apenas em termos de poder pegar a estrada e garantir que esses amplificadores velhos não se desmoronassem ou algo assim”.

Foi notado que o guitarrista ainda usa alguns amplificadores valvulados na forma de Rola's Lead Custom que funciona em um Marshall 4x12. No entanto, ele parece muito impressionado com a adição digital, elogiando em particular a resposta deles aos seus outros equipamentos, especialmente à sua grande pedaleira: “O som que sai deles finaliza-se muito bem. Posso obter um ótimo som punk rock deles se precisar ou posso obter um bom som mais limpo. Parece ser capaz de lidar com qualquer coisa que eu toque em termos de pedais para a guitarra como o wah-wah ou delay ou o que quer que eu use lá. Pode ser um pedal octavia ou algo assim, eles funcionam todos bem. E o pedal Phase 90 funciona muito bem com eles também, então, eu estou adorando e estou completamente vendido a eles".

Mike McCready, o renomado guitarrista solo do PEARL JAM (que também tocou no TEMPLE OF THE DOG e MAD SEASON), ganhou reputação por sua tendência em alternar entre várias guitarras durante as suas apresentações num mesmo show. Essa prática permite que ele selecione a guitarra ideal que complemente a tal música que eles irão tocar ou se alinhe com o seu humor naquele exato momento. O próprio McCready reconheceu a importância dessa prática, afirmando: “É o imediatismo de como estou me sentindo. Conversarei com o meu técnico de guitarra cerca de meia hora antes do show, examinaremos a lista e diremos: 'Ok, Stratocaster aqui nesta canção, Les Paul nessa outra aqui, Stratocaster de novo aqui, uma Les Paul afinada em tom normal aqui'. Muitas complexidades acontecem com o PEARL JAM agora, porque temos tantas músicas e são em diferentes afinações e outras estão em afinações estranhas".

“Só posso dizer que no momento estarei mais me sentindo com uma Gibson Les Paul ou estarei mais me sentindo com uma Fender Stratocaster. Posso mudar de opinião durante o show e tomar uma decisão rápida, mudando tudo o que tínhamos combinado antes... Sabe, normalmente continuo com o que combinamos, mas às vezes eu penso: ‘Ah, quero apenas tentar algo diferente agora’".

McCready também falou de como está sendo o seu aprendizado para tocar fielmente a música “Eruption” do VAN HALEN - com ajuda do YouTube: “Sabe, quando era criança estava apenas começando a tocar a canção ‘Smoke on The Water’ do DEEP PURPLE na guitarra. Eu era muito jovem, tipo, comecei a tocar em bandas de garagem quando tinha 12 anos de idade. Então, quando o guitarrista Eddie Van Halen apareceu, ele surpreendeu todo mundo. Sempre pensei que tocar a música 'Eruption' do VAN HALEN fosse algo completamente fora do meu alcance e que eu nunca iria conseguir tocar".

“E graças a Deus estou conseguindo pelo YouTube, porque tem gente que grava vídeos mostrando cada nota. Na verdade, outras pessoas descobriram isso pra mim, porque eu não precisei tentar descobrir nada. Eu simplesmente me obriguei a dizer: ‘Ok, eu vou fazer isso’. Esse é o meu teste para ver se eu consigo realmente tocar dessa forma”.

McCready finalizou: "E estou quase lá, sabe? Ainda estou lutando com algumas partes dessa música e você sabe, eu nunca vou realmente entende-la, mas é uma obra-prima de se tentar fazer, então, quero fazer o melhor que eu puder... Cara, eu amo Eddie Van Halen. Eu o vi 04 vezes ao vivo com David Lee Roth naquela época nos vocais e foi surreal vê-lo tocar guitarra ao vivo”.

PEARL JAM de vez em quando tocar o cover de "Eruption" no setlist dos shows.


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page