• by Brunelson

Joey Ramone: falando sobre a natureza e mudança das rádios em sua última entrevista


Poucos membros da cena punk são tão icônicos quanto Joey Ramone, o saudoso vocalista dos RAMONES.

Como uma verdadeira lenda da contracultura no comando, RAMONES foi considerada a 1ª banda punk rock com uma influência incomparável gerando milhares de filhotes underground e mainstream.

Joey Ramone foi diagnosticado com linfoma em 1995, mas manteve o seu sofrimento da doença em segredo do público até 2001. Em abril do mesmo ano, ele infelizmente sucumbiu à doença e apenas 01 mês antes de completar 50 anos de idade.

E a última entrevista pública de Joey Ramone foi em dezembro de 2000 e pode ser conferida no Youtube.

Joey abriu a entrevista falando como a rádio mudou desde quando ele era uma criança na década de 60 até o final do século 20.


Ele disse: “Rádio era vida e DJs tinham personalidade. Pra mim, foi o começo do que mudaria a minha vida, sabe? Virei-me para os BEATLES, ROLLING STONES e todas aquelas ótimas músicas que fizeram história no rock and roll”.

No entanto, as coisas mudaram para pior quando a rádio se tornou mais corporativa.

O vocalista dos RAMONES continuou: “Quando a rádio chegou, foi empolgante e progressiva, porque eles tocariam o álbum inteiro de uma banda, mas então, as coisas começaram a mudar. Quando os RAMONES foram lançados, era ‘nós contra eles’. Você sabe, as grandes corporações... Eles não queriam tocar nada que fosse coisa nova, eles só queriam ficar com as coisas que estavam em sua zona de conforto. Rock corporativo e música disco".

Então, Joey voltou a sua atenção para as bandas contemporâneas da época, expressando um desgosto particular pelo LIMP BIZKIT.


Ele falou: “Há muita música por aí hoje que eu não suporto. Eu sei que é muito popular, esse tipo de coisa hip-hop rap com heavy metal, mas pra mim, é tudo a mesma velha porcaria. Talvez haja uma banda que eu respeite, o RAGE AGAINST THE MACHINE, pelo menos eles levam a sério o que estão fazendo e não é como: ‘Vamos ganhar algum dinheiro e soar como o LIMP BIZKIT'”.

A arte era claramente algo vital para a própria natureza musical de Joey Ramone e ele exigia que os músicos se levassem a sério.

Ele acrescentou: “Pra mim, a música é uma paixão e amor por fazer música. Quando ouço algo assim na rádio hoje em dia, é raro. Eu gosto de transformar as pessoas em coisas novas porque é disso que se trata a música, mas agora não é mais sobre isso, virou apenas uma fórmula”.

De fato, quando a MTV chegou, a rádio foi mudando para um formato semelhante, algo que sentimos os efeitos até hoje.

O sábio Joey Ramone concluiu: “Sabe, não se tratava de grandes negócios, era apenas sobre a música”.


* Joey Ramone: os 06 álbuns preferidos que ele levaria para uma ilha deserta


* Joey Ramone: quais eram as atuais 05 bandas favoritas do vocalista dos Ramones em 1989?


* Ramones: qual era a banda favorita do vocalista Joey Ramone?


* Ramones: Top 10 melhores músicas do vocalista Joey Ramone


* Joey Ramone: a dedicatória no álbum "Ya Know?" - Parte 1


* Joey Ramone: a dedicatória no álbum "Ya Know?" - Parte 2 (última)


* Joey Ramone: como um show do The Who fez ele querer formar os Ramones?


* Joey Ramone: quando conheceu o vocalista e o guitarrista do The Who


* Joey Ramone: virá um filme biográfico sobre o vocalista dos Ramones


* Motorhead e Ramones: Lemmy Kilmister e Joey Ramone explicam a ligação musical entre eles

Mais Recentes
Destaques