top of page
  • by Brunelson

Jimi Hendrix: quando deu um soco no guitarrista do Television


No final da década de 60, Jimi Hendrix alcançou o auge do estrelato do rock ‘n’ roll em apenas alguns meses após a sua chegada em Londres sob a gestão de Chas Chandler (ex-baixista do THE ANIMALS).


O seu talento para composições inovadoras que misturavam psicodelia com R&B clássico e jazz, só era rivalizado por seu próprio estilo virtuoso na guitarra. O comando em sua guitarra de cair o queixo e os shows incendiários, rapidamente deram a Hendrix um lugar de direito entre as lendas imortais na história da música em geral.

Desde a sua morte prematura em 1970, com apenas 27 anos de idade, Hendrix tornou-se quase mítico em estatuto, tal como o seu contemporâneo e membro do “Clube dos 27”, Jim Morrison (vocalista do THE DOORS). Além de todo o romantismo que Hendrix deixou, ele permanece um ícone indescritível porque a sua presença no palco estava muito distante de sua personalidade ostensivamente tímida e introvertida fora dos palcos.

Sendo entrevistado uma vez pela revista Classic Rock, o guitarrista do THE KINKS, Dave Davies, certa vez avaliou a personalidade de Hendrix: “Na vida real, Jimi Hendrix não era nada parecido com o cara selvagem que ele retratava no palco. Ele era um cara quieto e introvertido. Ele era explosivo no palco, mas falava bem baixinho".



Velvert Turner, o guitarrista americano e vocalista da banda de rock psicodélico, The Velvert Turner Group, foi um dos poucos que viu os 02 lados de Hendrix. E um dos amigos mais próximos de Turner e colega inovador da guitarra na década de 70 foi Richard Lloyd, da banda TELEVISION de New York.

Refletindo sobre o relacionamento único de Turner com Hendrix em uma entrevista de 2023 para a revista Guitar Player, Lloyd revelou que Turner experimentou pela 1ª vez a personalidade de Hendrix o vendo se apresentar na televisão: “De acordo com a mãe de Velvert Turner, um dia ele estava parado na frente da televisão e viu Jimi Hendrix se apresentando. Ele começou a pular na frente da TV e dizia: ‘Eu tenho que conhecer esse cara!’ E aparentemente não muito tempo depois, ele procurou Jimi, e Jimi colocou Velvert Turner sob a sua proteção como se fosse seu irmão mais novo”.

“Quero dizer, essa é a história que ouvi da mãe dele, certo?”, acrescentou Lloyd. “E conhecendo Velvert Turner, que faleceu em 2000, acredito mesmo nessa história porque ele era um cara meio maluco, tipo, um sujeito com pensamentos mágicos".

“Os amigos dele diziam que Turner estava mentindo e que devia estar louco, porque ninguém da sua idade na época poderia conhecer Jimi Hendrix”, disse Lloyd sobre a fé de Turner, agora numa entrevista anterior para a rádio KEXP.

À medida que a amizade entre Turner e Hendrix se desenvolvia, Hendrix chegou a dar algumas "aulas" de guitarra a Turner, que era 09 anos mais novo do que Hendrix (um adolescente). Por sua vez, Turner transmitiu os seus conhecimentos de guitarra a Lloyd, tornando o guitarrista do TELEVISION um aluno "afastado" de Hendrix.

Graças à sua amizade com Turner, Lloyd conheceu Hendrix em um estúdio de gravação e o viu se apresentar várias vezes em New York: "Na minha opinião, era como olhar para um reator nuclear”, disse Lloyd sobre ter assistido os shows de Jimi Hendrix.

Mais tarde, Lloyd lembrou-se de ter insultado Hendrix involuntariamente nos bastidores de um show, anunciando ele como “A Orgia Negra Romana”: “Hendrix me deu um tapa na cara, um soco na barriga e um soco na cara de novo. Eu pensei comigo mesmo: ‘Ele dá um soco muito bom para um rapaz magrelo’”.

Naquele momento, Lloyd também se lembrou de ter pensado, concluindo sobre os socos que levou: “Como posso absorver esta energia que acabei de receber?”


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page