• by Brunelson

Dave Grohl: falando sobre as novas músicas do álbum "Medicine at Midnight" do Foo Fighters


Dave Grohl foi entrevistado pela revista britânica New Music Express e falou também sobre as novas músicas do FOO FIGHTERS que estarão no vindouro álbum de estúdio, "Medicine at Midnight" (10º disco, a ser lançado em 2021).

Para o FOO FIGHTERS, o ano de 2020 foi definido como o que proporcionaria a comemoração dos 25 anos de banda com o lançamento do novo álbum que expandiria as dimensões do seu som, mas tudo foi cancelado devido a pandemia.

E neste final de semana passado, eles se apresentaram no programa de auditório da TV americana, Saturday Night Live, onde lançaram e debutaram o novo single, a música "Shame Shame", um épico escaldante que explora liricamente os seus cantos mais sombrios.

Confira alguns trechos dessa entrevista:

Jornalista: Olá, Dave! A última vez que você esteve aqui em nossas terras foi no verão de 2019, quando o FOO FIGHTERS foi headliner nos festivais de Reading e Leeds...

Dave Grohl: Sim, aqueles foram grandes momentos para nós! Tem sido um ano muito estranho, para dizer o mínimo, pois terminamos o nosso novo álbum em fevereiro de 2020. Ele já tinha sido mixado, masterizado e pronto para ser lançado, mas... O nosso roteiro de turnês iria durar 18 meses, com shows em todo o mundo para comemorar o nosso 25º aniversário e estávamos prontos para implementar a nossa rotina de 'dominação mundial', mas tudo parou.

Jornalista: Deve ter sido a primeira vez que algo acontece assim com vocês?

Grohl: A banda inteira seguiu caminhos separados e foi a primeira vez que tivemos uma folga substancial do FOO FIGHTERS desde sempre. Quer estivéssemos gravando ou em turnê, ou fazendo documentários, sempre estávamos na ativa desde 1995! Parar com tudo foi realmente estranho, mas sempre fui otimista e procuro encontrar momentos lindos na calmaria. Em primeiro lugar, todos foram para casa e garantiram que os seus amigos e familiares estivessem seguros.

Jornalista: E por que você escolheu voltar agora?

Grohl: Bom, nós nos acomodamos ao longo do caminho e meses se passaram, quando apenas nos perguntávamos quando iríamos fornecer novamente a nossa música para as pessoas. Depois de 05 ou 06 meses, percebemos que a nossa rotina normal não se aplicava mais. Agora, ninguém vai sair em turnê e então, como podemos nos conectar com o nosso público e entregar a música que estávamos tão animados em dar ao mundo? Alguns meses atrás, nós apenas ligamos a máquina novamente e decidimos que era a hora! O mais importante é que as pessoas possam ouvir as músicas, mas adoro fazer shows e todas as outras coisas que vêm junto no pacote do FOO FIGHTERS... Essas músicas foram feitas para serem ouvidas e a hora é agora!”

Jornalista: O que você pode nos dizer sobre a sua declaração de missão para o álbum "Medicine at Midnight?"

Grohl: Já que é o nosso 10º álbum e o 25º aniversário, decidimos anos atrás que queríamos fazer algo que soasse novo. Fizemos muitos tipos diferentes de álbum em nossa carreira, alguns com coisas acústicas, outros com coisas punk rock e outra coisas de meio-tempo. Temos muitos álbuns para nos apoiar, então, você apenas tem que seguir o seu instinto e pensei: "Em vez de fazer algum álbum adulto e suave, foda-se, vamos fazer um álbum de festa".

Jornalista: Que tipo de festa?

Grohl: Muitos dos nossos discos favoritos têm esses grandes grooves e riffs. Odeio chamá-lo de disco funk rock ou dance, mas é mais enérgico em muitos aspectos do que qualquer coisa que já fizemos e foi realmente projetado para ser aquele álbum de festa de sábado à noite. Ele foi composto e sequenciado de uma forma que você coloca o disco para escutar e as 09 músicas fará você colocá-lo para ouvi-lo novamente. Você sabe, músicas como "Making a Fire", pra mim, está enraizada nos grooves de bandas como SLY & THE FAMILY STONE, mas amplificado da maneira que você conhece o FOO FIGHTERS.

Jornalista: Então, as músicas estão bem diferentes do modo de ser do FOO FIGHTERS?

Grohl: A canção "Waiting on a War" é a música mais reconhecível de um álbum do FOO FIGHTERS. Ela surgiu na metade do processo de gravação do disco e veio de um sentimento que tive quando criança, quando estava com medo de que estávamos caminhando para uma guerra nuclear no final dos anos 70 e início dos anos 80, com toda aquela tensão política e corrida armamentista. Eu estava realmente com medo de morrer em um holocausto nuclear, sabe? E então, em 2019, estava levando a minha filha para a escola e foi mais ou menos na época em que os EUA e a Coreia do Norte estavam aumentando as tensões um contra o outro e ela escutou esta notícia na rádio do carro. Ela apenas me perguntou: ‘Pai, vamos entrar em guerra’? Isso me lembrou de como eu me sentia quando tinha a idade dela e pensei: ‘Que merda, cara!’ Como é deprimente que a infância possa ser roubada de sua beleza e inocência por esse sentimento sombrio de pavor... Então, é disso do que se trata a canção "Waiting on a War".

Jornalista: Pesado, cara! Alguma outra grande surpresa no álbum?

Grohl: Tem a música "Medicine at Midnight" que é o nosso "Let's Dance" de David Bowie. É uma grande canção de rock que imagino abrindo todos os festivais dos EUA até a Austrália. Cada música é um pouco diferente, mas todas têm algo que parece fresco e eu gosto!

Jornalista: Com o estado atual de turnês, FOO FIGHTERS algum dia faria shows socialmente distantes?

Grohl: Em primeiro lugar, a nossa principal preocupação é que todos estejam seguros. A nossa banda não iria apenas pular na estrada para ter um público para nos assistir, ok? Veja, nós realmente nos importamos com as pessoas que aparecem para nos assistir nos shows e até chegarmos a um lugar onde todos estarão sãos e salvos, só teremos que nos adaptar e descobrir novas maneiras de nos conectarmos com o público. A nossa banda está enraizada em apresentações ao vivo mais do que qualquer coisa e eu amo fazer discos e tudo o que vem junto com o pacote, mas estar no palco é realmente onde nós brilhamos e até que isso aconteça com segurança, só podemos nos encontrar no estúdio para ensaiar.

Jornalista: Isso deve ser frustrante para você?


Grohl: Pra ser sincero, ficar longe disso por 06 ou 07 meses e não ver os caras da banda, tipo, a sensação de poder ter novamente os instrumentos no seu colo, voltar ao local de ensaio e tocarmos juntos sem ninguém lhe assistindo, foi a melhor sensação do mundo, cara... Porém, quando voltarmos aos shows e subirmos no palco para o público, tenho a sensação de que será o melhor show e a melhor sensação que a banda terá em nossa carreira.

Confira a track-list do vindouro disco e o áudio de estúdio da música "Shame Shame", novo single do álbum de estúdio do FOO FIGHTERS, "Medicine at Midnight":


1. Making a Fire

2. Shame Shame

3. Cloudspotter

4. Waiting on a War

5. Medicine at Midnight

6. No Son of Mine

7. Holding Poison

8. Chasing Birds

9. Love Dies Young


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead