• by Brunelson

Danny Goldberg: "Kurt me perguntou quanto ganharia se o disco 'In Utero' não vendesse b


O site AV Club escreveu uma recente resenha para o livro de Danny Goldberg, "Serving The Servant".


Goldberg é o empresário do NIRVANA e o livro marcou os 25 anos do falecimento de Kurt Cobain.


Segue um trecho desta resenha:


Kurt também não tinha vergonha de compartilhar os detalhes financeiros de sua vida. Cobain chegou a perguntar para Goldberg, quanto dinheiro ele ganharia se o álbum "In Utero" (4º e último trabalho de estúdio do NIRVANA, 1993) - a difícil continuação do grande sucesso que foi o disco "Nevermind" (2º álbum, 1991) - não vendesse muito bem. E se o disco realmente não vendesse bem, o receio de Kurt para que tivesse que fazer várias turnês para equilibrar.


Goldberg respondeu e publicou que Cobain ainda levaria para casa, mais de U$ 2 milhões de dólares no ano.


Infelizmente, como Goldberg eventualmente percebeu, tanto dinheiro poderia ser mortal para alguém com um vício em drogas.


Em março de 1994, Cobain teve uma overdose e entrou em coma. Goldberg esperou insensatamente que isso fosse um alerta.


No início de abril, Cobain estava morto por um ferimento de bala auto-infligido.


O livro "Serving The Servant" chega 25 anos depois, com outro trecho, onde Goldberg fez um discurso no funeral de Cobain e foi ridicularizado por pessimistas por tratar Cobain com muita reverência - aparentemente, despejar o seu coração para fora não é uma atitude punk.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead