Dave Grohl: perguntado se Kurt Cobain era um "maníaco controlador"

April 12, 2019

 

Em uma recente entrevista para o site Live Nation, Dave Grohl foi perguntado se Kurt Cobain era um "maníaco controlador" quando gravava com o NIRVANA.

 

“Você sabe, eu acho que como compositor, você quer que o mundo reconheça, aprecie ou celebre o seu trabalho, certo? Quero dizer, Kurt foi um compositor extraordinário e pareceu tão fácil para ele escrever uma música incrível, quero dizer, elas são tão simples, sabe?"

 

"E quando nós estávamos criando alguma música juntos, não houve nenhuma conversa profunda sobre a hora que tínhamos que entrar no refrão, quantas vezes tocávamos tal parte ou sobre a ponte da canção. Nós não falávamos nada e eu sabia que o refrão estava chegando quando via o pé dele se aproximando do pedal de distorção da guitarra".

 

"Eu apenas queria falar somente sobre padrões de bateria e foi isso! Juro por Deus, foi assim que funcionou e é só escutar os discos do NIRVANA, cara... Não é nenhuma porra de ciência de como construir foguetes".

 

Em uma nova entrevista para a revista Forbes, Danny Goldberg - empresário do NIRVANA e que acabou de lançar um livro marcando os 25 anos do falecimento de Cobain, "Serving The Servant" - disse que Kurt era um "maníaco controlador" quando se tratava da sua arte.

 

“Bem, depois que o disco 'Nevermind' se tornou um grande sucesso, ele às vezes dizia que achava que o álbum soou comercial e produzido demais. Ele certamente iria falar isso aos jornalistas num certo momento e eu nunca pude descobrir se Kurt realmente quis dizer isso ou não, porque ele controlou completamente tudo sobre a gravação desse disco, sabe? Assim como ele fez em todos os trabalhos de estúdio que a banda lançou".

 

"Mas eu acho que esse tipo de comportamento teve um significado e Kurt foi muito bem sucedido, porque certamente não foi por acaso que ele trabalhou com um produtor diferente em cada disco, mesmo que ele nunca tivesse uma palavra ruim a dizer sobre qualquer um dos produtores".

 

"Em geral, acho que ele estava muito feliz com a sua arte, porque Kurt controlava isso, ele era um maníaco por controle, trabalhava nisso, pensou muito sobre a sua arte e acho que ele estava orgulhoso do seu corpo de trabalho". 

 

"Com 24 anos de idade, este é um cara que no meio do sucesso de 'Nevermind' lançou uma antologia do seu trabalho seminal, que foi o disco 'Incesticide'. Kurt tinha uma noção real do seu valor como artista".

 

Confira o áudio de estúdio da canção "Aneurysm", lançada neste 3º trabalho de estúdio do NIRVANA, "Incesticide" (1992):

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Butch Vig: renomado produtor escolhe disco do The Who como o álbum definitivo que mudou a sua vida

September 29, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead