Nirvana: "Kurt estava determinado a subverter o clichê do vocalista machista"

April 7, 2019

 

O empresário do NIRVANA, Danny Goldberg, falou mais sobre Kurt Cobain em uma nova entrevista para o site NPR.

 

Goldberg acabou de lançar um livro sobre Cobain, "Serving The Servant", marcando os 25 anos do falecimento do eterno frontman do NIRVANA. 

 

Cobain gostava de grupos do rock clássico como LED ZEPPELIN e AEROSMITH, mas sem as letras machistas e sexistas. Goldberg falou: "Ele estava determinado a subverter os clichês do frontman machista e transmitir uma maneira sensível e compassiva através de um rock com muita força".

 

Além desse elemento subversivo, Goldberg também lembrou: "Cobain possuía uma compreensão abrangente e cristalina de como se conectar e ressoar em grandes públicos. Ele sabia como se comunicar em diferentes mídias - videoclipes, entrevistas, capas de álbuns - e queria que o NIRVANA fosse uma sensação global".

 

Goldberg finalizou: "Kurt tinha um excelente senso de equilíbrio de como representar algo sem ser chato e como ser divertido sem ser superficial. Ele estava quase 24 horas e pelos 07 dias da semana reinventando essa personalidade de Kurt Cobain".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Grunge: Top 50 melhores álbuns pela Revista Rolling Stone - nº 38

November 12, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead