Alice in Chains: "Layne enxergou a ilusão que a fama lhe trouxe"

April 21, 2018

 

Tim Branom, antigo colaborador e amigo do saudoso vocalista do ALICE IN CHAINS, Layne Staley, falou sobre o seu amigo em uma nova entrevista para o site Music Festival.

 

Seguem alguns trechos:

 

“Eu diria que Layne era pessoalmente um sujeito completamente diferente do que você esperaria. Eu o conheci quando ele tinha 18 anos e Layne era muito tímido, mas confiante. Muito tranquilo, onde você o via processando as informações que recebia. Muito aberto para dizer o que deveria fazer ou não e sempre muito confiante com as novas idéias. Ele não julgava as pessoas e eu nunca ouvi ele dizer uma palavra ruim sobre ninguém. Ele olhou para a vida como uma onda que passa e apenas percorreu por essa onda, sendo que, fosse o que vinha até ele, Layne se adaptava e continuava em frente. Ele não se queixava das coisas e só fazia o que tinha que fazer para algo ficar bom, levando a sua música muito a sério".

 

"Mas eu acho que no final da sua vida, a fama não foi o que ele imaginava, sabe? No final dos anos 90, quando eu já tinha me mudado para Los Angeles, estava ao telefone com um amigo que morava em Seattle e Layne estava lá na mesma sala junto com o meu amigo escutando a nossa conversa. Eu conseguia escutar Layne respondendo com raiva algumas das minhas perguntas sobre ele ser rico, drogas e coisas assim. Ele estava exalando a sua raiva sobre a ilusão que a fama e o dinheiro havia lhe mostrado. Layne sabia que a raiva não era direcionada a mim e parece que ele passou os seus últimos anos sozinho mesmo".

 

"Ele morava ali mesmo perto da casa desse meu amigo, do outro lado da rua e perto da antiga loja de discos, Peaches Records, mas pouca gente sabia disso porque ele nunca abria a porta do seu apartamento para ninguém, exceto para ir ao clube Blue Moon Tavern para ver algumas bandas ou para ir a uma loja próxima para comprar jogos de vídeo-game". 

 

"Eu acho que, o que as pessoas precisam saber, é que você pode gostar da música dele e como ser humano, Layne foi também incrivelmente agradável, mas eu tenho certeza que ele achava que muitas pessoas haviam se aproveitado da sua gentileza. Layne estava muito vulnerável e precisava ficar longe dos sanguessugas, o que era a maioria das pessoas que vivam ao seu redor”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

Mark Lanegan: comparando o Pearl Jam ao Grateful Dead

February 26, 2020

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead