Prophets of Rage: “você precisa destruir uma audiência para que a mensagem chegue”

November 9, 2017

 

Tom Morello, guitarrista do AUDIOSLAVE, RAGE AGAINST THE MACHINE e PROPHETS OF RAGE, falou sobre Chris Cornell em uma nova entrevista para a rádio KLOS no programa Full Metal Jackie.

 

"Foi a 1ª vez em 12 anos que o AUDIOSLAVE estava se apresentando naquele mini concerto em Janeiro/2017 e fiquei muito feliz com aquela reunião. Foi ótimo tocar com Chris novamente e ele estava brilhando, sabe? Nós conversamos sobre fazer mais shows e ficamos entusiasmados em querer fazer isso acontecer. Foi uma tragédia que Chris faleceu e obviamente ele era um dos grandes vocalistas do rock de todos os tempos e um cara realmente excelente. Ele vai deixar muita falta, mas fiquei feliz que conseguimos aproveitar a presença do deus do rock mais uma vez e pudemos tocar algumas canções do AUDIOSLAVE".

 

Ele também falou sobre a sua atual banda, PROPHETS OF RAGE:

 

"Eu me pego às vezes surpreendido, sabe? Andando pela rua e algumas pessoas que são fãs da minha música ainda não sabem que existe o PROPHETS OF RAGE. É uma banda que se juntou durante a tumultuada temporada das eleições para presidente em 2016 para suscitar a nossa voz musical ao debate. Descobrimos que adoramos tocar juntos e achamos que a química que temos no palco é fantástica, porque fomos uma banda única que nos apresentamos para mais de 02 milhões de pessoas antes de lançarmos o nosso 1º álbum de estúdio, "Prophets of Rage" (2017). Tivemos essa incrível experiência antes de entrar no estúdio e o PROPHETS OF RAGE é uma banda que veio para ficar, cara. Isso é apenas o começo, estamos empolgados com esse disco e pensamos que ele fica ‘ombro a ombro’ com os melhores trabalhos que cada membro do grupo possui com as suas respectivas bandas”.

 

"Muitas das letras giram em torno das questões de justiça social, mas em 1º lugar somos músicos e quando tocamos num show, quando estamos compondo uma música e gravando-a, sentimos que ela precisa detonar de verdade, sabe? Ninguém quer ouvir uma palestra da faculdade sobre um movimento... Enquanto crescia, os cartazes que eu colava na parede do meu quarto foram de bandas como o KISS, LED ZEPPELIN e AEROSMITH. Os guitarristas que eu amava eram Eddie Van Halen e Randy Rhoads. Há um elemento de substância em nossas letras que é diferente das músicas do KISS e do LED ZEPPELIN, mas antes de tudo, a música precisa se conectar. As sessões em estúdio devem ser devastadoras e quando chega na hora do show, você precisa destruir uma audiência para que a mensagem seja transmitida".

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes

John Frusciante: "abordagem somente em solos de guitarra é um beco sem saída"

December 10, 2019

1/5
Please reload

Destaques
Please reload

2016 by RockInTheHead