• by Brunelson

Pearl Jam: guitarrista fala sobre Layne Staley e Chris Cornell


O guitarrista do PEARL JAM, MAD SEASON e TEMPLE OF THE DOG, Mike McCready, falou sobre a morte de Chris Cornell e Layne Staley no início desta semana no programa Jim & Sam Show. Quando perguntado se sabia sobre a depressão de Chris Cornell, Mike respondeu:


"Eu nunca soube de nada disso. Há uma foto no meu novo livro que estou lançando, ‘Of Potato Heads and Polaroids’, de mim com Chris, Eddie Vedder e Nancy Wilson. Foi num show do TEMPLE OF THE DOG no Teatro Moore, Seattle. Chris naquela noite me levou para jantar para falar sobre este projeto, nós comemos comida italiana e conversamos sobre o PINK FLOYD e todo tipo de coisas”.


“Ele sempre foi legal comigo em termos de me ajudar na minha carreira. Ele havia me dito: ‘Hey, você quer tocar no álbum do TEMPLE OF THE DOG?’ Este foi o 1º álbum legítimo que eu já tinha gravado, então foi um grande negócio. Eu estava aterrorizado, mas também queria fazer o melhor que podia. Especificamente na música 'Reach Down', onde Chris ouviu o 1º solo que eu havia feito para a canção e ele me disse: 'Ok, vou sair e vou voltar em 10 minutos, e eu queria ouvir você fazer algo diferente, tudo bem?’ Então, eu acabei de fazer aquele solo que ficou gravado lá no disco em 01 tomada somente e isso foi depois que ele me deixou um pouco mais aliviado".


"Eu não fazia ideia se Chris tinha problemas de depressão ou qualquer outro tipo de coisa, eu apenas o conhecia no sentido musical, na amizade, na fraternidade e eu sinto muito a sua falta. É super triste e ainda estou em choque por isso... Não faz sentido, sabe? Eu nem sei falar sobre isso, é apenas muito triste”.


“Tenho muita sorte e sou feliz por ter tocado com ele e de ter feito a turnê do TEMPLE OF THE DOG em 2016. Foi o tipo de reunião que eu tinha que tê-lo nos fones de ouvido todas as noites para escutar, pois é incrível ouvi-lo cantar. Sou abençoado por ter tocado com muitos grandes vocalistas e às vezes me pego pensando que foi tudo um sonho... Eddie Vedder, Chris Cornell, Mark Lanegan, Layne Staley…, todos esses caras".


Mike foi perguntado se a morte de Layne Staley não foi uma surpresa devido aos seus problemas:


"A sua visão está correta. Eu senti que isso poderia acontecer com Layne e você viu a trajetória desse infeliz acontecimento, tudo por causa do seu vício. Foi uma situação triste e sombria. Mais uma vez, fiquei feliz em poder fazer música com ele para o único álbum do MAD SEASON e fico muito orgulhoso por isso – sendo que aquele disco significa muito para algumas pessoas que eu conheci”.


“Eu acho que Layne estava se liberando para cantar sobre aquelas coisas, porque eu dizia para ele: 'Faça o que você quiser, cara. Você é um grande cantor, basta fazer’. Ele lutou contra si, mas necessariamente, você não consegue ver que o pior está chegando... Mais uma vez, foi tipo: 'Que merda cara, mais um irmão morrendo'".


Mike também foi perguntado se o clima sazonal leva os músicos de Seattle a usarem drogas:


"Pode haver uma relação com isso".


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead