• by Brunelson

Nirvana: a história da música “Smells Like Teen Spirit”.

Quando o 2º álbum de estúdio da banda grunge de Seattle, NIRVANA, foi lançado em Setembro/1991 (chamado “Nevermind”), Kurt Cobain, Krist Novoselic e Dave Grohl tinham em mente apenas 02 coisas: atingir as metas de venda exigidas pela gravadora e arrecadar dinheiro para manter a banda viva. Entretanto, nenhum deles apostavam que o álbum, com a famosa capa do bebê nadando atrás da nota de 01 dólar, iria não apenas mudar a direção do rock’n roll, mas se tornar a voz de toda uma geração. Glória e maldição que levou o grupo ao topo do mundo e o desmantelou com a morte de Kurt em Abril/1994.


Igual a todos os grandes álbuns da história do rock, o disco “Nevermind” é recheado de clássicos como as músicas “In Bloom”, “Come as You Are”, “Polly” e “Lithium”, mantendo o seu nível do começo ao fim. Mas, talvez, a obra não tivesse atingido à proporção que tomou se a sua canção de abertura não fosse uma daquelas músicas “soco no estômago”, que não apenas assinam a essência da banda como se tornam um hino. Com o NIRVANA a história não poderia ser diferente, trazendo o single “Smells Like a Teen Spirit” para a entrada do álbum.


Mesmo com a letra intimista, característica da maioria das composições de Kurt Cobain, “Smells Like Teen Spirit” foi abraçada pela juventude. Todavia, um ponto interessante sobre a música é a história de sua origem que envolve outra figura conhecida da cena punk da época: Kathleen Hanna.


Natural de Portland, Oregon (EUA), Kathleen estudou fotografia na Evergreen State College da cidade de Olympia, Washington (tanto Portland como Olympia são muito próximas de Seattle), onde foi convidada pela Tobi Vail (baterista) para ser vocalista da sua 1ª banda, BIKINI KILL, que contava ainda com Kathi Wilcox no baixo e Billy Karren na guitarra.


O 1º álbum de estúdio da banda foi o disco chamado “Revolution Girl Style Now”, cujo título resumia o seu objetivo em difundir o discurso feminista sob à tonalidade contundente e transgressora do punk rock. Entretanto, o BIKINI KILL era um desses grupos cujo discurso extrapolava a sua forma de comunicação. O mais importante para elas não era ser uma banda de punk rock, construir uma carreira musical ou qualquer coisa do tipo, mas sim terem as suas ideias ouvidas, seja pela música ou pelos seus fanzines que elas distribuíam ao público quando estavam na estrada fazendo os shows.


Conforme o BIKINI KILL foi completando turnês e produzindo novas músicas, a banda começou a crescer juntamente com outros grupos punk da época, como o NIRVANA. De fato, as 02 bandas eram realmente próximas uma da outra, porque a baterista Tobi Vail  namorou Kurt Cobain por um tempo e os membros de ambas as bandas eram amigos entre si.


Entretanto, a maneira como Kathleen Hanna e Kurt se tornaram amigos é um reflexo perfeito do que eles representavam naquele cenário e como o mundo se comportava (ou ainda se comporta) em relação à posição que essas pessoas assumiam. Enquanto Tobi e Kurt ainda namoravam, Kathleen estava saindo com um cara que acabou se tornando um viciado em crack e que começou a persegui-la. Julgada pelo seu rótulo, Kathleen, apesar de reclamar dessa ameaça constante, não era levada a sério pelas pessoas com quem convivia fora da banda, onde essas pessoas tratavam o caso dela como uma paranoia feminista ou qualquer coisa do tipo.


Todo mundo..., exceto Kurt Cobain.


Como uma forma de proteger a sua amiga ele começou a ficar mais próximo dela. Inclusive em uma noite de bebedeira, na qual a cantora estava completamente chapada, ela chegou ao apartamento do frontman do NIRVANA e escreveu na parede do seu quarto: “Kurt smells like teen spirit”. 06 meses depois, Kurt iria telefonar para Kathleen perguntando se ele poderia fazer uma música com este título.


Apesar dos fãs, críticos e o próprio Kurt encherem a letra de “Smells Like Teen Spirit” de significados e interpretações, o que se passava na cabeça de Kathleen Hanna quando ela escreveu aquilo era algo bem mais simples. “Teen Spirit” era o nome do perfume que Tobi usava, sendo que a única coisa que a cantora realmente queria dizer quando escreveu “Kurt smells like Teen Spirit” era que o seu amigo estava com o cheiro da namorada (traduzindo: "Kurt cheira como Teen Spirit").


Depois do estouro que foi em todo o planeta com esta música que abre o álbum “Nevermind” (cujo vídeo clipe passava de hora em hora na MTV)  e do álbum em si, o NIRVANA entrou para o panteão das grandes bandas de rock, sendo que o título de rockstar acabou caindo, a contragosto, no colo de Kurt Cobain. Marcado por sua personalidade sensível e depressiva, o peso de ter se tornado o novo BOB DYLAN da sua geração foi demais para o frontman. Pouco tempo depois do lançamento deste álbum, Kurt se entregou de vez ao vício em heroína e à depressão, não melhorando nem mesmo depois do nascimento de sua filha, Frances Bean Cobain. No final dessa história toda, todos sabem o que aconteceu...


ps: "Teen Spirit" traduzindo ao pé da letra, significa "Espírito Adolescente".

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead