• by Brunelson

The Linda Lindas: “faça o que parecer verdadeiro para você mesmo e divirta-se com isso”


A nova banda de rock de Los Angeles, THE LINDA LINDAS, foi entrevistada pela revista Rolling Stone e falou sobre como criaram a música hit, "Racist Sexist Boy", dentre outros assuntos.


* The Linda Lindas: Tom Morello e Thurston Moore apoiam a nova banda de rock

THE LINDA LINDAS não escolheu o punk rock. Aqui, elas mostram como o punk rock as escolheu.

“Quando começamos a compor essa música, o punk rock era apenas um dado que jogamos, porque só queríamos mesmo escrever o que nós estávamos sentindo”, disse Lucia, de 14 anos de idade. “O que estávamos sentindo saiu dessa maneira”.

“Não é como se tivéssemos escolhido o punk rock como gênero”, falou Mila, de 10 anos.

“Mas também não foi como se tivéssemos dificuldade em escolher o punk rock como o nosso gênero”, complementou Lucia. “O punk rock nos deu uma maneira de escrever qualquer coisa que quiséssemos”.

Lucia e Mila são irmãs e junto com a prima, Eloise (de 13 anos), e a amiga de longa data, Bela (de 16 anos), formam o grupo THE LINDA LINDAS. Elas invadiram a internet em maio de 2021 com uma apresentação de sua música, “Racist Sexist Boy”, na Biblioteca Pública de Los Angeles (foto).

“Esse menino da escola me disse que seu pai lhe falou para ficar longe dos chineses, e eu disse a ele que era chinesa, onde ele se afastou de mim”, explicou Mila. “No início, fiquei meio confusa e não sabia realmente como responder, mas então, depois de falar sobre isso com as minhas colegas de banda e família, percebi o quão confuso era”.

Com isso, Mila e Eloise se reuniram e escreveram essa música em resposta.

“É realmente uma pena que o racismo seja algo que simplesmente existe, onde vivemos nesta sociedade normativa branca”, explicou Eloise.

Esta canção e outras autorais como “Claudia Kishi” e “Vote”, mostra o jeito sério de tocar e escrever da banda. O som da THE LINDA LINDAS baseia-se em uma variedade de punk rock clássico, sendo que elas começaram os ensaios com covers de grupos como X-RAY SPEX, THE PRETENDERS, THE GO-GO's e RAMONES.

Para uma banda com um membro que ainda nem é adolescente, elas já foram entrevistadas pela revista Rolling Stone depois da escola, já abriram para o grupo BIKINI KILL em seus shows de reunião no Hollywood Palladium, fizeram a sua estreia na TV americana num programa de auditório, possuem 01 EP homônimo lançado em 2020 e poucos dias depois da música “Racist Sexist Boy” se tornar viral, a notícia de que a Epitaph Records contrataria a banda foi divulgada (gravadora do guitarrista do BAD RELIGION).


* The Linda Lindas: confira nova apresentação, agora na TV americana

Provavelmente grandes coisas virão em seguida para a banda THE LINDA LINDAS, mas elas estão mantendo uma atitude bastante humilde: “Faça o que parecer verdadeiro para você mesmo e divirta-se ao fazer isso”, disse Eloise. “E faça isso com pessoas realmente incríveis que você gosta”.


"Racist Sexist Boy"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques