top of page
  • by Brunelson

Soundgarden: entrevista com a banda sobre os 30 anos do álbum "Badmotorfinger" - Parte 5


Confira a entrevista que a revista Spin realizou com todos os membros do SOUNDGARDEN - inclusive citações do saudoso Chris Cornell de entrevistas que concedeu à revista ao longo do tempo - falando sobre o álbum "Badmotorfinger" (3º disco, 1991) e sobre a era que antecedeu, envolveu e se seguiu com esse álbum marcante na história do rock.







Nesta 5ª parte que separamos para você, o assunto fica mais direcionado à 02 músicas que ficaram de fora desse álbum, "Birth Ritual" e "Cold Bitch":


-------------------------


Jornalista: Enquanto a banda estava criando e construindo músicas em um ritmo fervoroso, tornou-se inevitável que algumas ficassem de fora das que foram lançadas no disco "Badmotorfinger". Algumas foram mais difíceis do que outras para deixar de fora do álbum?

Terry Date (produtor do disco "Badmotorfinger"): Uma das minhas músicas favoritas desse álbum não entrou no disco porque havia sido escolhida para a trilha sonora do filme "Singles" do diretor Cameron Crowe (1992), que foi "Birth Ritual".

Cameron Crowe (diretor do filme "Singles"): Eu simplesmente amava o SOUNDGARDEN. Eu já tinha assistido alguns dos seus shows anteriores e Chris Cornell estava sempre por perto por onde a gente ia. Eu amava a sua melodia sinistra, lenta e intensa. Me lembro de dizer a todos os meus amigos que essa era uma banda que tinha de tudo. Quando conheci Chris, senti muita simpatia por ele. Eu senti que, por todas as pessoas que conhecia em Seattle, nós teríamos sido amigos na escola independente de tudo o que iria acontecer no futuro, sabe? Às vezes, você sente uma familiaridade com certa pessoa e isso nunca muda, e tentei descobrir uma maneira dele estar no filme "Singles". Eu poderia mostrar o seu poder a mais algumas pessoas o que eu tinha visto pessoalmente... Sinceramente, parecia um dos melhores motivos para fazer aquele filme.

Kim Thayil (guitarrista do SOUNDGARDEN): Existem 02 gravações diferentes para a canção "Birth Ritual". A outra eu acho que pode ter sido gravada com Stuart Hallerman (engenheiro de som do álbum "Badmotorfinger"). Chegamos a gravar algumas guias básicas para essa música, pois pretendíamos lança-la no disco "Badmotorfinger". Me lembro também que esta canção teve alguns problemas estranhos de arranjo no começo... Não sei se ela foi renegada ao status de um lado-b ou se foi uma ideia que Matt Cameron teve (baterista do SOUNDGARDEN), mas na verdade ela foi concluída e desenvolvida no mesmo período de tempo em que a cederíamos como trilha sonora para o filme "Singles". Em certo ponto, Chris veio com as letras e acrescentou algumas partes musicais que se encaixariam nas ideias de Matt para completar a música.

Cameron Crowe: Chris Cornell era uma pessoa incrível para se colaborar e ele entendeu o que pretendíamos com o filme. Queríamos ter uma fatia representativa e poderosa do SOUNDGARDEN e a ideia era que fosse algo novo. Então, ele me deu uma fita cassete demo com as músicas “Jesus Christ Pose” e “Birth Ritual” gravadas e discutimos os prós e os contras de cada uma. Tem uma cena no filme em que o ator Campbell Scott está no chão do seu apartamento e ele está meio que espalhado nesta certa pose. Eu sabia que não seria uma cena marcante no filme, porque simplesmente não queria invocar nenhuma imagem auto-reveladora que realmente pertencia a banda, sabe? Além disso, pensei que a canção “Birth Ritual” fosse explodir. Chris foi a favor e concordou em escolherem essa música para o filme. Na hora, Chris sorriu e me disse: "E agora? Vamos filmar vestindo uma camisa?" E eu respondi: "Não, vamos pegar o caminho Chris Cornell sem camisa para fazer isso".

Matt Cameron (baterista do SOUNDGARDEN): Algumas das minhas músicas favoritas de Chris Cornell são os lados-b. Seja “She Likes Surprises” (4º disco, "Superunknown", 1994) ou “Cold Bitch”, algumas de suas melhores canções são lados-b e são músicas incríveis. “Fresh Deadly Roses” (ficou de fora do 2º disco, "Louder Than Love", 1989) é outra incrível canção lado-b que nunca foi lançada. Estes são bons tipos de problemas para se ter... Se você tem muitas músicas boas, acho que vai ter que jogar algumas para a pilha dos lados-b.

Ben Shepherd (baixista do SOUNDGARDEN): Por algum motivo, Kim Thayil e Chris Cornell não queriam lançar a canção "Cold Bitch". Eu me lembro de quando a estávamos compondo no estúdio - só estava eu, Kim e Chris, eu acho que Matt ainda não tinha chegado - a energia acabou, pois estava chovendo muito e um raio atingiu o gramado do lado de fora do estúdio e desligou toda a energia. Era uma música pesada pra caralho e pensando hoje, acho que teria catapultado imediatamente esse disco para outro nível.

Matt Cameron: “Cold Bitch” é uma das minhas músicas favoritas do SOUNDGARDEN de todos os tempos. Eu estava arrasado por não ter sido lançada no disco "Badmotorfinger"... Eu me lembro que foi de Chris Cornell a decisão. Lembro que estávamos em um clube noturno e já tínhamos mixado o álbum ou algo assim. Nós falamos: "Ok, qual será a sequência das músicas para o disco?" Todos nós descobrimos cada um a sua sequência e Chris vetou a canção “Cold Bitch”. Ele tinha escrito toda a música, então, ele tinha poder de veto sobre ela. Eu fiquei, tipo: "Ah..." Ele dizia que não tinha ficado do jeito certo e eu insistia: "Mas isso é o mais legal! É um ritmo esquisito, super esquisito". Ele não tinha gostado dos vocais e até hoje eu me pego pensando: "Cara, essa música deveria ter entrado no disco".


"Birth Ritual"


“Cold Bitch”


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page