• by Brunelson

Soundgarden: entrevista com a banda sobre os 30 anos do álbum "Badmotorfinger" - Parte 4


Confira a entrevista que a revista Spin realizou com todos os membros do SOUNDGARDEN - inclusive citações do saudoso Chris Cornell de entrevistas que concedeu à revista ao longo do tempo - falando sobre o álbum "Badmotorfinger" (3º disco, 1991) e sobre a era que antecedeu, envolveu e se seguiu com esse álbum marcante na história do rock.


* Soundgarden: entrevista com a banda sobre os 30 anos do álbum "Badmotorfinger" - Parte 1


* Soundgarden: entrevista com a banda sobre os 30 anos do álbum "Badmotorfinger" - Parte 2


* Soundgarden: entrevista com a banda sobre os 30 anos do álbum "Badmotorfinger" - Parte 3

* Soundgarden: resenha do disco "Badmotorfinger"


Nesta 4ª parte que separamos para você, o assunto fica mais direcionado à composição de uma das clássicas músicas da banda lançada neste álbum, "Jesus Christ Pose":


----------------------------


Jornalista: A única música do álbum "Badmotorfinger" em que todos os 04 membros da banda receberam créditos de escrita, foi a canção single "Jesus Christ Pose". Ela foi pelo menos parcialmente inspirada por uma foto que Chris Cornell viu do vocalista do JANE'S ADDICTION, Perry Farrell, olhando para a câmera com os braços estendidos sobre uma cama. No final das contas, a música “Jesus Christ Pose” é uma mediação dilacerante na mídia e na religião sobre alguns dos ritmos mais caóticos e alucinantes já inventados na história do rock...

Perry Farrell (vocalista do JANE'S ADDICTION e fundador do Lollapalooza Festival): Eu sou judeu e não faço poses de Jesus Cristo. Veja como aconteceu, o fotógrafo estava acima de mim em uma escada e ele havia me dito: "Faça alguma coisa!" Então, eu me aproximei dele e se ele não estivesse acima de mim numa escada, ele não estaria nessa posição que a foto foi tirada... Mais uma vez, não é uma pose de Jesus Cristo, mas também não é sobre mim querendo dizer alguma coisa.

Ben Shepherd (baixista do SOUNDGARDEN): Todos nós aparecemos no Avast Studios e Stuart Hallerman (proprietário do estúdio e engenheiro de som do álbum "Badmotorfinger") tinha montado um pequeno e estranho palco no meio do estúdio, tipo, era como um showroom. Então, Matt Cameron (baterista) está nesse palco e todos nós estamos injetando os nossos instrumentos na música. Foi Matt quem começou a fazer essa batida tribal na bateria para que o riff da música “Jesus Christ Pose" se originasse e eu apenas comecei a tocar esse riff.

Matt Cameron (baterista do SOUNDGARDEN): Eu acho que a criamos durante o período de composição para o dsco "Badmotorfinger" no Avast Studios, aqui em Seattle. Estávamos meio que entre as turnês e outras coisas, trabalhando em canções que eventualmente seriam lançadas no álbum "Badmotorfinger". Estávamos trabalhando em várias gravações demo de Chris Cornell naquele momento, fazendo arranjos e outros enfeites para as músicas.

Kim Thayil (guitarrista do SOUNDGARDEN): As pessoas que estavam naquele momento no estúdio eram Matt, Ben e eu. Me lembro de estar nesse pequeno palco e Ben estava fora dele no chão ao meu lado. A bateria também estava no palco e eu só me lembro de olhar para eles e Ben começou esse riff e tocando de forma muito rápido. Como o chão era de cimento, o baixo rugia e era difícil ter uma ideia distinta de quem estava com o ritmo, porque estava embaçado por causa do cimento e do eco que o estúdio gerava, mas Ben estava perto de Matt, então, Matt podia ouvir o que estava acontecendo.


Thayil: Ben tocando esse riff de forma rápida, foi apenas uma mancha pra mim naquele momento. Matt começou o seu riff na bateria, um dos mais insanamente rápidos e difíceis riffs de bateria para qualquer estilo de rock de todos os tempos. Isso me deu a ideia de onde estava a música e ainda é difícil dizer onde estava porque o riff da bateria de Matt estava meio que rolando incontrolavelmente, mas em algum lugar deste círculo a gente conseguia se encontrar. Eventualmente, eu percebi e logo vim com aquele "morcego espacial" gritando na música, essa parte estridente da guitarra que começou a sair... Então, Chris Cornell apareceu e teve que aprender o que estávamos tocando.

Matt Cameron: A minha lembrança é que sentei na bateria e comecei a tocar aquele ritmo do nada, onde todos mergulharam de cabeça. Eu me lembro de ter pensado: “Foi uma jam muito boa que fizemos e espero que Stuart a tenha gravado”.

Chris Cornell (vocalista do SOUNDGARDEN, em 1992): O que acaba se tornando uma música e um registro do SOUNDGARDEN é definitivamente a colaboração entre os 04 membros do grupo, não apenas o que cada membro colocou na canção, mas também o que os 04 membros retiraram da música. Então, é assim que as músicas vêm e vão.


"Jesus Christ Pose"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques