top of page
  • by Brunelson

Pearl Jam: "éramos péssimos comunicadores na época do álbum 'No Code'"


O baixista do PEARL JAM, Jeff Ament, foi entrevistado no programa do jornalista Kyle Meredith e acha que a sua banda não ganhou dinheiro com o álbum "No Code" (4º disco, 1996).


Seguem alguns trechos:

Jornalista: Imagino a gravadora de vocês quando eles receberam o álbum "No Code" para escutar, tipo, que não foi o mais entusiasmado: "Yeah! É isso o que iremos lançar no mercado!" Tinha tanta coisa acontecendo na banda...

Jeff Ament: Voltando ao nosso 2º álbum, "Versus" (1993), estávamos meio que ultrapassando os limites, sabe? Acho que foi no disco "Versus" que falamos: "Não queremos uma 'caixa de joias' e coisas do tipo" e a gravadora havia nos dito: ‘Bom, nós realmente não fazemos assim’. E então, a gravadora já estava conosco nos 02 primeiros álbuns e veio o 3º e o 4º disco e esses pacotes contratuais consumiram fortemente os nossos lucros. Quando chegamos no disco "No Code", não sei se ganhamos algum dinheiro com esse álbum.


Jornalista: É um álbum tão interessante de ouvir hoje em dia, porque pelo menos pelas histórias que li e ouvi online nas entrevistas e tudo mais, esse é um tipo de álbum "com as costas contra a parede". Parece que talvez não houvesse nada de antemão, tipo, foi um daqueles discos em que foi algo criado do nada e naquele momento...

Ament: Sim. Existem algumas músicas nesse álbum que o nosso vocalista, Eddie Vedder, trouxe prontas, mas na maior parte esse disco foi meio que escrito no estúdio e naqueles dias, sabe? Pra mim, quando penso nesse álbum, eu apenas penso sobre a força do nosso baterista na época, Jack Irons (foto), e como ele levou a sério as suas partes de bateria.

Ament: O que é muito óbvio em músicas como "In My Tree", "Who You Are" e "Present Tense". Certamente foi nesse ponto que nos deixou saber que poderíamos ir em direções ainda mais diferentes sonoramente e em termos de composição, e eu acho que ainda nos apoiamos muito nisso em nossa carreira.

Ament: Eu acho que a cada álbum que lançamos, esperamos que haja algumas canções que se estendam a algum outro lugar na paisagem musical. "No Code" foi um disco difícil de fazer porque éramos péssimos comunicadores entre nós naquela época.

Ament: E ao mesmo tempo era a parte incrível de fazer música, porque apenas nos sentamos em uma sala de estúdio e começamos a tocar... Não dizíamos um ao outro o que tocar e estávamos apenas fazendo aquilo, mas por outro lado, havia muita coisa acontecendo sobre a qual não estávamos falando, então, tivemos sorte em ter superado isso".


Jack Irons foi o 4º baterista a passar pelo PEARL JAM. Ele entrou no grupo no final de 1994 e saiu após as gravações do 5º álbum, "Yield" (1998), por problemas de saúde (braços) e saúde mental (bi-polar). Ele foi o 1º baterista do RED HOT CHILI PEPPERS e a pessoa que fez o elo de ligação daquela fita-cassete entre o pessoal do PEARL JAM com um desconhecido Eddie Vedder, para que o futuro vocalista do PEARL JAM gravasse os vocais naquelas músicas para ver se a banda aprovaria...


"In My Tree" (Álbum: "No Code")


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page