• by Brunelson

Nirvana: quando recusaram fazer um álbum tributo ao Kiss


Gene Simmons (KISS) queria que o NIRVANA gravasse um álbum tributo ao KISS nos anos 90, sendo que na época, NIRVANA estava gravando o seu 4º e último trabalho de estúdio, "In Utero" (1993), onde Kurt Cobain pediu ao produtor desse álbum, Steve Albini, que ligasse para Gene Simmons recusando o convite.


* Steve Albini: produtor relembra gravação do álbum "In Utero" do Nirvana


* Steve Albini: produtor do Nirvana fala sobre streaming e por que não aceita royalties

Em recente entrevista para o podcast Cobras and Fire, Albini falou: “Gene Simmons, sim, ele estava tentando convencer o NIRVANA a aparecer num álbum tributo ao KISS e eles não queriam fazer isso. Eles também não queriam falar com Gene Simmons e me fizeram telefonar para ele e fingir ser Kurt no telefone".

"Foi muito engraçado... Basicamente, eu meio que me atrapalhei com uma desculpa que permitiria que eles não aceitassem o convite, sem ter que dizer que o NIRVANA não queria fazer um álbum tributo ao KISS. Quero dizer, o pessoal do NIRVANA eram pessoas que adoravam se divertir. Gostei daquela sessão de gravação e foi divertido conviver com eles, foi muito engraçado”.

Albini também falou da reação da gravadora ao escutar o disco "In Utero" antes de ser lançado no mercado: “Depois que terminamos o álbum, fui pra casa e recebi uma ligação de Kurt alguns dias depois. Ele me disse: ‘Sim, todo mundo odiou o disco. O nosso empresário e o pessoal da gravadora odiaram e eles querem que nós o refaçamos’".

"Eu falei pra ele: ‘Bom, acho que você fez um ótimo trabalho e não acho que você deva refazer o álbum’. Kurt me respondeu: ‘Sim, nós adoramos também!’"

"E então, Kurt me telefonou de volta alguns dias depois, dizendo: 'Sim, queremos remixar algumas músicas'. E eu lhe disse: 'Ok, vou ouvi-las novamente e se acho que posso fazer melhor em qualquer coisa, ficarei feliz em pegar um avião para nos encontrarmos e ajudá-lo com isso, mas se eu não acho que posso fazer melhor, então, você vai estar por conta própria e pode fazer o que quiser com isso'".

"Eu tinha uma cópia de uma fita máster da gravação do disco 'In Utero' e coloquei para tocar no meu estúdio que tenho em casa. Coloquei a minha cópia do máster, ouvi a reprodução e achei que parecia ótimo. Achei que realmente fizemos o nosso melhor na época, tiramos o máximo proveito de tudo e parecia ótimo".

"Na próxima vez que conversei com Kurt, eu disse: ‘Olha, não acho que posso fazer melhor. Acho que tudo soa fantástico e se você quiser refazer alguma coisa, você tem a minha bênção. Não vou ser um idiota com nada, só sinto que você fez um ótimo trabalho e que deveria estar orgulhoso de si mesmo".

"E então, eles acabaram fazendo pequenos ajustes em algumas músicas, adicionando alguns backing vocais, por exemplo. Não me lembro quais foram os outros pequenos ajustes, mas eles acabaram remixando algumas músicas".

"Mas o volume do álbum é essencialmente o mesmo de quando o terminamos, mas eu disse isso na época, que o disco que não chegou às lojas era o disco que o NIRVANA queria que as pessoas ouvissem. É o álbum deles e eles tomam as suas próprias decisões, então, eu não tinha nada contra o NIRVANA”.

As músicas que foram remixadas do álbum "In Utero" foram: "Heart Shaped Box", "Pennyroyal Tea" e "All Apologies".

Confira o áudio de estúdio da canção "Very Ape" lançada no álbum "In Utero" do NIRVANA e que não sofreu nenhuma remixagem:


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead