• by Brunelson

The Who: quando o baterista matou acidentalmente o seu motorista


Com uma carreira repleta de alguns dos pontos altos mais elusivos, THE WHO e seus membros também experimentaram alguns dos pontos mais baixos e trágicos.

Em pleno século 21, resolvemos olhar para o passado num dos dias mais sombrios da banda, o momento horrendo em que o baterista Keith Moon matou acidentalmente por atropelamento o seu motorista.

O anárquico baterista do THE WHO estava ao volante em 1970, quando um incidente levou Moon atropelar acidentalmente o seu motorista, Neil Boland (foto), que morreu tragicamente como resultado final.

A triste história começa, como costuma acontecer com Moon, bebendo no pub.

O astro do rock, conhecido por suas travessuras enlouquecidas e imenso jeito de tocar bateria, estava visitando a inauguração do pub Red Lion em Hatfield, Hertfordshire, quando o problema começou.

Moon estava participando do evento como um favor ao filho do seu vizinho que dirigia o pub. O baterista chegou ao estabelecimento estritamente da classe trabalhadora em seu carro Bentley chamativo, vestindo roupas caras e com uma queda por conhaque caro em vez de uma cerveja gelada e barata.

Não demorou muito para que a clientela do pub, um estabelecimento supostamente cheio de skinheads, voltasse as suas atenções para Keith Moon.

Depois de uma boa dose de álcool, o clima da noite logo foi ficando mais sombrio. O grupo de Moon pulou em seu Bentley apenas para ser confrontado por um grupo de rapazes jogando pedras e moedas no carro, balançando-o pra frente e pra trás enquanto os impediam de sair.

Em uma tentativa de tentar acalmar a situação, o motorista de Moon, Boland, saiu do carro e confrontou o grupo na frente do veículo. Moon, claramente em pânico com a ferocidade do grupo, tomou a decisão incomum de pular no volante do carro (ele era conhecido por não dirigir nem quando estava sóbrio) e tentou uma fuga heroica.

Em uma série de eventos terrivelmente infelizes e tristes, Boland acabou ficando preso sob o capô do Bentley enquanto Moon acelerava e acabou sendo arrastado pela estrada durante a fuga. Infelizmente, Boland morreria em consequência de seus ferimentos naquela noite no hospital.

Após a morte de Boland, Moon foi acusado de sua morte juntamente com as acusações por dirigir alcoolizado e sem carteira. Cerca de 06 semanas depois, a morte foi considerada um acidente e Moon escapou de qualquer grave acusação, embora ele mesmo se dizia culpado por esta fatalidade.

Seria um evento trágico na curta vida de Moon e iria assombrá-lo até a sua morte aos 32 anos de idade.

Quando olhamos para trás e com o benefício do retrospecto, infelizmente essa história se encaixa na montanha-russa de uma carreira e vida pontuados também pela tragédia.


* The Who: Top 10 pegadinhas do baterista Keith Moon


* The Who: quando o baterista jogou um carro na piscina e desmaiou em show da banda

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques