top of page
  • by Brunelson

Rage Against The Machine: "sou o cara que toca baixo e não me envolvo nisso", disse Tim Commerford se o grupo encerrou as atividades


Tim Commerford, baixista do RAGE AGAINST THE MACHINE, disse que não sabe se a sua banda realmente se separou (novamente): “Eu sou o cara que toca baixo no grupo”, ao ser perguntado sobre o status da banda, depois que o baterista Brad Wilk postou em janeiro de 2024 em rede social : "Não faremos mais shows e turnês".



Commerford disse que não tem certeza sobre o status atual do RAGE AGAINST THE MACHINE, em uma nova entrevista para a revista Rolling Stone: "Não sei. Eu não me envolvo nisso. Sou o cara que toca baixo e espero que alguém apenas me diga o que fazer. Brad Wilk disse o que disse e na minha opinião ele está um passo acima de mim - em 3º lugar. Eu sou o cara da parte mais baixa do totem e isso é tudo que eu posso lhe dizer. Eu sou o baixista e os baixistas sempre são as últimas pessoas a descobrir merdas assim”.


Até o momento, nem o vocalista Zack de la Rocha e o guitarrista Tom Morello comentaram publicamente sobre o status da banda desde a postagem de Wilk.


Commerford indicou que, caso o grupo decidisse continuar, ele ainda gostaria de se envolver: “Quando a luz do RAGE AGAINST THE MACHINE brilha nas nuvens, como o sinal de morcego que o Batman veria e saberia que tinha que fazer alguma coisa… É assim que eu vivo, cara, e isso é o melhor pra mim”.


RAGE AGAINST THE MACHINE lançou seu 1º álbum de estúdio em 1992 e o último em 2000, totalizando 04 discos. Após 07 anos, o grupo retornaria em 2007 e não lançaria nenhum álbum ou música inédita, somente fazendo shows e turnês e voltando a encerrar as atividades em 2011.


Em 2019, a banda anunciaria seu retorno aos palcos para uma turnê em 2020, que seria adiada por causa da pandemia. A turnê finalmente começaria em julho de 2022, mas Zack de la Rocha se machucou (tendão de Aquiles) logo no 2º show da turnê em Chicago e só conseguiu fazer os shows restantes dessa turnê americana - e ainda sentado - onde encerraram com 05 noites no Madison Square Garden em New York.



Em novembro de 2023, RAGE AGAINST THE MACHINE foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame, mas apenas o guitarrista Tom Morello apareceu na cerimônia para receber o prêmio.





"Freedom" (1º disco, "Rage Against The Machine", 1992)


"Snakecharmer" (2º disco, "Evil Empire", 1996)


"Guerrilla Radio" (3º disco, "The Battle of Los Angeles", 1999)


"How I Could Just Kill a Man" (4º disco, "Renegades", 2000)


Comentarios


Mais Recentes
Destaques
bottom of page