top of page
  • by Brunelson

Pearl Jam: empresário desde a fundação da banda se aposenta


Kelly Curtis, empresário desde sempre que guiou o PEARL JAM por toda a carreira da banda, está se aposentando.

Após 30 anos, Curtis está passando o título de empresário da banda para o antigo membro da equipe de gerenciamento, Mark Smith, confirmou a organização do PEARL JAM para a Billboard.

Curtis, que tinha pouca experiência em gerenciamento antes de se conectar com a banda há 03 décadas, supervisionou sua ascensão meteórica a superestrelas globais. O seu papel com a banda foi frequentemente comparado ao do ex-empresário do U2, Paul McGuinness, que similarmente comandou a ascensão do U2 até que ele deixou o cargo em 2013.

Sob Curtis, PEARL JAM, que se formou em 1990 em Seattle, estourou com o seu álbum de estreia em 1991, "Ten". Aquele lote de músicas catapultou o grupo para o estrelato instantâneo e junto com o NIRVANA eles eram os líderes do movimento grunge.

Com o aumento de sua fama, a banda não hesitou em usar o seu poder para proteger seus fãs, incluindo uma ação judicial antitruste contra a TicketMaster em 1994, sobre as suas taxas de serviço e valores de ingressos dos shows. Curtis teve uma mão firme em outros tempos difíceis, como em 2000, quando nove fãs foram pisoteados até a morte no Roskilde Festival na Dinamarca, durante a apresentação do PEARL JAM.

Mas Curtis supervisionou ocasiões muito mais alegres do que tristes, incluindo todos os 11 álbuns de estúdio da banda estreando/alcançando o Top 05 da Billboard, com 05 deles estreando no 1º lugar e turnês esgotadas ao redor do mundo. 

O último álbum lançado, "Gigaton" (2020), estreou em 5º lugar e foi seguido por uma turnê norte-americana e europeia que foram adiadas devido ao covid. PEARL JAM já foi confirmado como headliner no lendário Hyde Park em Londres para 2021.

Curtis, a quem a banda agradeceu quando foi introduzida no Rock & Roll Hall of Fame em 2017, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre a sua saída.

Antigamente, ele era o empresário do MOTHER LOVE BONE, que antecedeu ao PEARL JAM, além de também ter sido co-empresário do ALICE IN CHAINS no início de carreira.

Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page