• by Brunelson

Nirvana: 10 artistas comentam sobre o álbum "Nevermind" - Parte 1/10


A revista Spin preparou uma matéria super especial, entrevistando 41 artistas da área da música que refletiram sobre o impacto que o álbum "Nevermind", 2º disco do NIRVANA lançado em 1991, fizeram em suas vidas.

Lembrando que hoje (24/09/2021) o álbum completa 30 anos.


* Nirvana: áudios de shows inéditos no relançamento de 30 anos do álbum "Nevermind"

É uma matéria que olha para o passado e destaca o álbum que mudou o curso da história da música moderna.

Foi um som que se originou dos rumores do underground explodindo pelos bueiros, quando o punk rock e o heavy metal se misturaram para formar o rock alternativo que atingiria em cheio o público universitário e suas rádios, chegando ao legado do disco "Nevermind" que está firmemente enraizado na história da música.


Apesar de todos esses anos depois - embora o NIRVANA tenha se extinguido em vez de incrivelmente não ter desaparecido e continua em evidência - o álbum "Nevermind" continua a ressoar. As letras poderosas de Kurt Cobain ainda influenciam pessoas de todas as gerações e de diversos estilos musicais, e claro, ainda serve como porta de entrada para o rock aos inúmeros e novos fãs.

Quando a revista Spin entrevistou o baixista do NIRVANA em 2020, Krist Novoselic, ao nomear o NIRVANA como o artista mais influente dos últimos 35 anos pela revista, foi exatamente isso que ele ficou maravilhado.

“É a conexão individual com a música”, Novoselic disse na época.

“Ainda recebo cartas de fãs e quando costumo sair em público, as pessoas me contam como o NIRVANA mudou as suas vidas. Algo sobre a música apenas conecta as pessoas e é muito pessoal até hoje em dia”.

* Krist Novoselic: baixista comenta sobre o impacto duradouro do Nirvana


* Nirvana: dissecando cada música do álbum “Nevermind”


O álbum deu o pontapé inicial de uma forma inteiramente nova (especialmente no auge da era da MTV) de como os músicos eram vistos. Os anos 80 e o hair metal estavam em declínio, e novas bandas estavam agora no centro das atenções, sendo que tudo isso não teria acontecido sem o disco "Nevermind" que abriu várias portas.

Das 41 entrevistas concedidas, iremos publicar separadamente 10 para você, mas o que se poderia filtrar de todas as 41 declarações de artistas dos mais diversos estilos musicais entre si, é que todos compartilham a ideia de que o álbum "Nevermind" continua sendo uma influência na história da música e caindo no tema ao qual tudo conflui: autenticidade.

Isso é o que o NIRVANA representava e será para sempre com o legado do disco "Nevermind".


Confira:

Troy Nelson, da rádio KEXP/Seattle

Eu era um garoto metaleiro skatista de 14 anos de idade, que ficava em casa nas noites de sábado para assistir o programa da MTV, Headbanger’s Ball, para aprender os riffs do METALLICA na minha guitarra.

Então, eu vi a estreia do videoclipe da música “Smells Like Teen Spirit” e prestei muita atenção porque alguns amigos sugeriram que eu iria gostar dessa nova banda chamada NIRVANA.

A 1ª coisa que me lembro é que o cabelo desse cara (Kurt Cobain) foi cortado na altura dos ombros e eu nunca tinha visto isso antes. Continuei assistindo e dizendo a mim mesmo: "É pesado, mas não é metal, não é realmente punk rock, mas tem uma atitude punk e é melódico, mas não é pop..."

Acabou se tornando o meu mundo inteiro e nada parecia igual. Essa voz era a minha voz e eu não a tinha encontrada até aquele momento. Era uma versão em áudio de exatamente como eu me sentia, sabe? Eles me fizeram sentir muito menos sozinho e foi como um sonho que se tornou realidade.


Moro em Seattle e à medida que envelheço, tive a sorte de fazer amizade com muitas pessoas que trabalharam com a banda. Porra, eu até saí uma vez com Dave Grohl e Krist Novoselic em algumas ocasiões e já entrevistei o produtor do disco "Nevermind", Butch Vig, duas vezes, sabe? Eu fiz tantas perguntas a todas essas pessoas sobre aquela época em que o álbum foi gravado para tentar descobrir como isso realmente aconteceu. Eu estava procurando encontrar aquele “fator X” para que talvez pudesse entender o quadro todo e talvez até mesmo aplicá-lo à minha própria vida.

Esse álbum foi um relâmpago pego numa garrafa e eu tinha que chegar ao fundo dele. Cada resposta que recebi de todas essas pessoas me levou a perceber que era puro e simplesmente orgânico. Estou sempre procurando por um momento: “Ah! Viu só!”, mas não há. Foi realmente apenas uma visão desses artistas e aconteceu de ressoar numa geração inteira.

Não foi um sonho, foi real! De vez em quando, o poder da arte pode devastar a paisagem atual como uma tempestade de fogo gigantesca e deixar uma bela destruição em seu rastro. Esse disco foi assim e nos deixa para sempre curiosos e inspirados. Mesmo depois de todas as informações que recebi sobre aquele momento, ainda estou procurando por mais... Ainda estou inspirado em criar por causa disso.

Ainda sou aquele garoto da cidade pequena de 14 anos de idade nadando em devaneios e maravilhas quando ouço essas músicas. Eu tenho uma banda e fico tentado escrever o próximo "Smells Like Teen Spirit" desde 1991 e mesmo que continue falhando em corresponder, tem sido uma fonte mágica de motivação e inspiração para mim.


"Smells Like Teen Spirit"


Mais Recentes
Destaques