• by Brunelson

Cypress Hill: quando fumaram maconha ao vivo na TV e foram banidos do Saturday Night Live em 1993


Existem poucos programas de televisão tão capazes de fazer um ato popular como o Saturday Night Live. O icônico programa da TV americana tem mostrado no decorrer da história atos musicais memoráveis para lançar/divulgar as suas carreiras em todo o país.

No entanto, alguns artistas não estão interessados em receptividades sociais e em vez de pular a bordo, preferem deixar tudo queimar. Uma banda em particular deixou literalmente fumaça fluindo pelo icônico estúdio do programa, que foi o grupo de rap CYPRESS HILL, quando o DJ Muggs fumou um baseado durante a transmissão ao vivo em rede nacional.

Agora, refletindo esta ação, não parece tão chocante quanto foi na época devido a legalização da maconha em alguns estados americanos e países, mas em 1993, quando a maconha ainda era ilegal em todo o território americano, CYPRESS HILL conseguiu causar bastante rebuliço.

Um dos vocalistas da banda falou: “Bom, há muitas histórias por trás do motivo pelo qual Muggs acendeu aquele baseado”, Sen Dog disse mais tarde ao jornal Village Voice. “Lembro que o Saturday Night Live nos deu uma sala 'autorizada' e disse para ele: ‘Faça o que quiser aqui, só não acenda o baseado fora desta sala’, mas Muggs sentiu que precisava fazer uma declaração em nosso desempenho". 

Ele continuou: "Não eram apenas as pessoas do Saturday Night Live dizendo que ele não podia fumar ao vivo na TV. Era todo mundo da nossa gravadora, o nosso empresário e os nossos amigos, mas eu senti que, pelo menos pra mim, Muggs queria fazer uma declaração com aquele ato".

E ele certamente iria fazer... 

Depois de ouvir que a banda poderia fazer o que quisesse na apropriadamente chamada "sala verde", Muggs e companhia brincaram com a ideia de fumar um baseado ao vivo no palco. “Ele me pediu para acender o baseado no palco e eu disse: ‘Não vou fazer isso, cara’. Antes de tocarmos a nossa 2ª música da noite, ‘I Ain't Goin' Out Like That’, concordamos que não iríamos acender nada". 

"Se você reparar no vídeo, vai ver que eu fiquei surpreso com a atitude dele”.

Apesar do CYPRESS HILL ter sido rapidamente banido pelo programa, a sua infâmia os lançou à consciência pública tão rapidamente, ou talvez mais, do que qualquer performance impecável teria. “As pessoas adoraram, tipo, a galera que iam nos shows sempre comentavam e nas festas pós-show elas me diziam: 'Aquilo foi muito legal, cara!’. Mas quando a ficha realmente caiu e percebemos que tínhamos sido banidos do Saturday Night Live para sempre, entendemos o quão sério era”.

“E compreensivelmente, o mundo não estava pronto para nada perto disso naquela época. Se ele fizesse isso agora, não sei que tipo de reação teria, mas no início dos anos 90, isso nos rendeu um chute na bunda do Saturday Night Live e eu nunca mais vi esta nossa apresentação, sabe?"

Sen Dog finalizou: “Teria sido legal fazer o Saturday Night Live novamente, mas eu, pessoalmente, não achei uma grande coisa se apresentar naquela primeira vez no programa, mas pagamos o preço e seguimos em frente”.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead