• by Brunelson

Beastie Boys: qual o álbum preferido da banda pelo vocalista/guitarrista, Ad-Rock?


Os BEASTIE BOYS ajudaram a estabelecer o hip-hop, rap e rapcore como as forças dominantes que conhecemos hoje com o seu enfático lançamento de estreia em 1986, o álbum "Licensed to I'll".

Esse disco foi uma lufada de ar fresco e deu ao grupo uma plataforma para construir, mas também deu às pessoas a ideia errada de que eram os BEASTIE BOYS.


* Beastie Boys: como a música "Fight For Your Right" incomodou a banda?


Embora esse álbum de estreia seja aquele que costuma ser considerado o seu melhor momento para o público mainstream - difícil algum disco da banda que não mergulhou no mainstream - o álbum favorito de Ad-Rock (vocalista/guitarrista) da sua própria banda é uma escolha bem diferente.

Em 2018, BEASTIE BOYS lançou um livro que conta a sua vasta história com mais de 500 páginas e os fãs devoraram rapidamente até a última folha. Eles assimilaram toda uma gama de informações preciosas sobre a banda mantida anteriormente a portas fechadas.

Após a trágica morte de Adam "MCA" Yauch em 2012 (vocalista/baixista e a mente criativa por trás do grupo), os seus companheiros de banda, Ad-Rock e Mike D (vocalista/baterista) sentiram que não poderiam continuar sem o seu amigo falecido e deram por encerrada as atividades da banda.

No entanto, eles decidiram que escrever um livro juntos era a maneira perfeita de fechar com chave de ouro a história do BEASTIE BOYS.

O livro está cheio de revelações que o torna uma leitura fascinante, quer você seja um fanático do grupo ou alguém com um interesse passageiro em sua música.

Um exemplo do ouro em oferta é que a palavra "beastie" é na verdade uma sigla, que significa: "Boys Entring Anarchistic States Toward Internal Excellence". Assim como escreveu Mike D: “Embora a sigla sozinha não fizesse sentido, fazia ainda menos sentido quando combinada com a palavra ‘boys’, uma vez que a sigla já continha essa palavra... Agora, o nome era ridículo e redundante".

Embora esse pedaço de informação resuma a natureza irreverente do BEASTIE BOYS, eles também falam sobre os seus 08 álbuns de estúdio que lançaram ao longo de sua bela carreira e daqueles que mais se orgulharam.


Ad-Rock revelou no livro que a obra-prima de 1998, o álbum "Hello Nasty" (5º disco), é o seu favorito do BEASTIE BOYS.

A criação do álbum começou em 1995 e levou mais de 02 anos para que eles terminassem. No entanto, a longa espera por um novo corpo de trabalho dos nativos de New York valeu a pena e viu a banda mais uma vez quebrar as barreiras, já com mais de 01 década desde a sua fundação.

“Tem a música ‘Intergalactic’ que é somente uma porra de uma jam, certo? É o nosso melhor álbum, assim como a melhor capa de todos”, escreveu Ad-Rock no livro. “O disco 'Hello Nasty' era para onde estávamos indo na época, um espaço interplanetário e exterior... Com certeza, foi o fim de uma era e o início de um novo capítulo, mas depois disso, as coisas ficaram diferentes, sabe? Depois disso, éramos adultos e a inocência passou com tamanha massa e velocidade que, depois daquilo, só olhando para trás mesmo para vermos o que tínhamos passado”.

Como Ad-Rock aponta, o álbum "Hello Nasty" foi o fim de uma era e depois desse álbum, a banda finalmente se formaria na idade adulta. Levariam 06 anos até que eles entregassem outro álbum - ok, muito devido ao acidente de bicicleta de Mike D que entrou em uma longa recuperação - e embora gravassem mais 03 discos depois do álbum "Hello Nasty", a inocência da juventude havia passado.

Os últimos três álbuns da banda ainda mostram a grandeza, musicalidade e diversidade de sempre do BEASTIE BOYS - um grande abraço para o monumental álbum instrumental e ganhador do Grammy, "The Mix Up" (7º disco, 2007) - mas o disco "Hello Nasty" parece a verdadeira obra-prima final que eles criaram para encerrar aquele lendário ciclo.

Confira o áudio de estúdio da canção "I Don't Know" do BEASTIE BOYS, lançada no álbum "Hello Nasty":


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques