• by Brunelson

Smashing Pumpkins: Corgan revela por que não chamou Melissa Auf der Maur para a reunião

Em uma nova entrevista para a revista New Music Express, o frontman do SMASHING PUMPKINS, Billy Corgan, foi perguntado se Melissa Auf der Maur foi considerada para fazer parte da reunião da banda.


Melissa substituiu D'arcy (baixista original) na turnê final do grupo em 2000. Ela era a baixista da banda de Courtney Love, HOLE.


Corgan respondeu: "Nem vale a pena entrar nessa história, cara... Eu não tenho nenhuma má vontade em relação a Melissa, mas ela nunca se considerou parte da unidade e deixou isso muito claro na época, que ela nunca quis ser considerada parte da unidade postumamente. Ela agiu, como: 'Ok, vou fazer somente essa janela para vocês'".


O guitarrista James Iha falou sobre o passado da banda: “Houve drama com todos nós no passado, mas parece um filme que eu assisti há muito tempo”.


Corgan também falou sobre o atual baixista da banda, Jack Bates (desde 2015 no grupo), que é filho de Peter Hook, baixista das bandas JOY DIVISION e NEW ORDER.


"Você sabe, a coisa sobre Jack é que o pai dele foi muito influente na maneira como eu toco e então, a coisa estranha sobre Jack é que ele teve que estudar com o seu pai, ou seja, ele toca com aquele mesmo tipo legal de agressão. Não é como um punk rock, mas meio que tem uma vibe nisso também... Então, Jack aprendeu a tocar assim por causa do seu pai, o que é quase como se Jack tocasse da maneira que eu interpreto, porque eu emulei o jeito do pai dele tocar. Nós dois aprendemos com o mesmo mentor".


"Jack nunca comete erros, ele é apenas um músico supremo e uma pessoa super sólida nos bastidores".


Confira a performance do SMASHING PUMPKINS num programa de auditório em 2000, da música "The Everlasting Gaze" e com Melissa no baixo (5º disco, "Machina The Machines of God", 2000):

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques