• by Brunelson

Audioslave: Tom Morello revela se eles consideravam outro vocalista no início da banda


O guitarrista do AUDIOSLAVE, RAGE AGAINST THE MACHINE e do PROPHETS OF RAGE, Tom Morello, disse que não havia "nenhuma outra escolha", exceto Chris Cornell como vocalista do AUDIOSLAVE quando a banda se formou. Eles estavam pensando em seu próximo passo após a separação do RAGE AGAINST THE MACHINE em 2000.

Morello falou ao site Alternative Nation: "Depois que o RAGE AGAINST THE MACHINE terminou, estávamos sentados numa mesa falando: ‘O que vamos fazer da vida agora?’ Nós estávamos na casa do produtor Rick Rubin apenas ouvindo discos e pensando no que poderia ser uma ignição de partida, sabe? O que poderia ser algo emocionante que servisse como um novo capítulo para nós, sendo que colocamos para tocar a música 'Slaves & Bulldozers' no volume máximo – lançada no 3º álbum de estúdio do SOUNDGARDEN, ‘Badmotorfinger’ (1991)”.

“Nós estávamos tão aterrados e aterrorizados com a beleza e ferocidade da performance de Chris nesta música, que sabíamos que não havia outra escolha. Mas como nós poderíamos estar no mesmo alcance do Sr. Cornell? Ele está fazendo muita falta, sabe? Ele era um grande cara, uma pessoa doce que iremos sempre amá-lo. Sentimos muito tê-lo perdido para sempre, mas a sua música continuará e isso nos arrasará furiosamente no decorrer do tempo".

O ex-empresário do AUDIOSLAVE, Peter Katsis, também falou: "Quando eu finalmente consegui trabalhar com ele, Chris já estava no AUDIOSLAVE e nesse ponto eu já era um grande fã. Todos na banda realmente encontraram uma maneira de casar com o que eles estavam fazendo no RAGE AGAINST THE MACHINE e no SOUNDGARDEN - era algo realmente novo. De muitas maneiras, senti como se tivesse sido a sua melhor composição quando você escuta a canção ‘Like a Stone’ (lançada no 1º álbum de estúdio do AUDIOSLAVE em 2002 e que leva o mesmo nome da banda)”.

“Ele apresentou estas belas melodias, onde as misturaria com coisas realmente difíceis. Ainda assim, ele tinha aquele poder de cativar os ouvintes com a sua voz... Foi esse contraste que poucas pessoas poderiam imaginar, onde nada supera uma ótima música e muitas pessoas não cantam como Chris Cornell".

"O que realmente se destacava em Chris era a sua majestosa voz. Ele conseguiu isso contra a verdadeira música pesada e ainda soava bonito".

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead