• by Brunelson

Queens of The Stone Age: qual álbum mudou a vida do frontman Josh Homme?


Hoje, Josh Homme e Iggy Pop são como duas ervilhas de uma mesma vagem e uma dupla dinâmica que compartilha um espírito de rock ‘n’ roll - mas nem sempre foi assim.


A visão de vida de Josh Homme (frontman do QUEENS OF THE STONE AGE) mudou instantaneamente depois de ouvir um álbum do vocalista do THE STOOGES, um disco que ajudou a desvendar o seu lado interior e forjou um personagem que Homme, então, soltou a coleira como parte do QUEENS OF THE STONE AGE.

Os dois músicos trabalharam juntos em 2016 no triunfante álbum solo de Iggy Pop, "Post Pop Depression". Iggy Pop sempre teve uma habilidade astuta de escolher os artistas certos para trabalhar em momentos cruciais de sua vida, principalmente usando essa habilidade com David Bowie durante o "período de Berlim". Já com Josh Homme, o seu esforço colaborativo criou um dos melhores álbuns solo até hoje de Iggy Pop.

Ele e Homme criaram a ideia de uma possível colaboração após trocar ideias líricas e com a introdução vital do baterista Matt Helders do ARCTIC MONKEYS e do guitarrista Troy Van Leeuwen do QUEENS OF THE STONE AGE - o álbum foi ouro maciço.

No entanto, se não fosse pela grandeza de Iggy Pop, as chances de Josh Homme tomar uma importante decisão na vida para encerrar a sua antiga banda, KYUSS, para formar o QUEENS OF THE STONE AGE, eram mínimas.

Embora o QUEENS OF THE STONE AGE oferecesse a ele o veículo perfeito para o seu talento, foi só quando ele encontrou o álbum "The Idiot" de Iggy Pop (1º disco solo, 1977), que Homme finalmente repensou na sua abordagem musical.

Em 1987, ele formou o KYUSS, o grupo de metal rock alternativo do deserto da California que foi relativamente bem-sucedido e até chegou a abrir os shows do METALLICA na turnê em 1993. O grupo assinou um contrato com uma grande gravadora em 1994, a Elektra Records.

No entanto, algo aconteceu naquele mesmo ano que iria ser muito mais importante do que qualquer contrato de gravação: Josh Homme descobriu Iggy Pop.

“'The Idiot' é o álbum mais importante da minha vida porque quase me fez desistir da música para sempre... Eu vou explicar isso melhor”, Homme disse uma vez em entrevista ao site VinylWriters. “Era 1994, eu tinha 21 anos de idade e ainda tocava com o KYUSS. Naquela época, quase me recusei completamente a ouvir qualquer outra coisa além do KYUSS, sabe? Eu era jovem, estúpido e pensei que isso me faria escrever canções melhores se nenhuma outra música além da nossa me influenciasse. Era uma falácia e me deparei com o disco 'The Idiot' de Iggy Pop por acaso e foi o começo do fim para o KYUSS".

“Por quase 01 ano não ouvi mais nada além desse disco, porque pra mim ele personificava tudo o que eu queria me expressar, mas que ainda não conseguia. A música ‘Mass Production’ me deu noites sem dormir. Há um teclado bêbado que tropeça nesta canção até que Iggy grita: 'A propósito, estou indo aos cigarros!'"

"Eram músicas que definiam exatamente o meu tipo de humor. Eu as ouvi e pensei comigo mesmo: ‘Isso é exatamente o que eu quero fazer, mas Iggy já fez e eu nunca vou conseguir fazer melhor'”.

Homme concluiu: “O álbum 'The Idiot' foi uma revelação e um soco na minha cara ao mesmo tempo. Terminei com a banda KYUSS e parei de fazer música por um longo tempo. Reiniciei do zero e tudo estava aberto novamente. Levei 02 anos para superar esta primeira grande crise na minha vida e para me preparar para um novo desafio, que era experimentar essa mistura de rock forte e humor bruto, tipo, seguindo o exemplo do disco 'The Idiot'... Eu estava pronto para o QUEENS OF THE STONE AGE”.

Surpreendentemente, o poder de um disco fez Homme reavaliar toda a sua vida. Embora ele pudesse ter tido uma viagem confortável com o KYUSS, depois de ouvir o álbum "The Idiot" ele teve um chamado para mudar a sua arte e representar o artista que ele cresceu para ser.

Homme não era mais o garoto obcecado por metal de 15 anos de idade quando formou o KYUSS e o disco "The Idiot" o fez perceber que ele tinha que refletir sobre a sua personalidade real, o que gerou o QUEENS OF THE STONE AGE.

Confira a performance do QUEENS OF THE STONE AGE em 2018, da canção "The Way You Used to Do", single do último álbum lançado pela banda, "Villains" (7º disco, 2017):


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead