top of page
  • by Brunelson

Grunge: "sem a figura do seu talismã, que era Kurt Cobain, o grunge lutou por uma direção"


O ex-jornalista da revista britânica New Music Express e atual radialista e que está inaugurando um novo podcast pela BBC, Steve Lamacq, foi entrevistado pela própria revista e falou sobre as bandas britânicas que surgiram no cenário mainstream em meados dos anos 90, quando os holofotes sobre o grunge estavam começando a ser direcionados para outros lados.

E para chegar no assunto dessas bandas britânicas surgindo (entre elas, o RADIOHEAD), Lamacq admitiu como esta cena não teria sido possível ter acontecido sem a morte do vocalista/guitarrista do NIRVANA, Kurt Cobain, em abril de 1994, assim como os "personagens" que o fim do grunge concedeu para cada banda britânica dessa época, movimento esse chamado de Britpop.

Confira somente esse trecho da entrevista:

Jornalista: Por que o grunge não estava atingindo o ponto certo quando o Britpop surgiu?

Steve Lamacq: Estranhamente, muitas das bandas grunge que foram contratadas por grandes gravadoras ficaram "impedidas" em atingir esse ponto certo. No começo, parecia glamoroso porque muitos fãs queriam romantizar mais sobre Seattle, mas depois de um tempo, todos (entre as bandas de Seattle) ficaram tão distantes um dos outros. Eu acho que uma das razões pelas quais o Britpop aconteceu foi que todos eram acessíveis uns aos outros depois que ficaram famosos. Se você quisesse entrevistar alguma dessas bandas britânicas, bastava telefonar para elas ou ir ao pub The Good Mixer que eles estavam lá. Você poderia conseguir um autógrafo de alguém numa tarde de sexta-feira apenas aparecendo nesse pub.

Lamacq: Isso ajudou a fornecer ao Britpop uma espécie de mentalidade de gangue e foi parte do seu sucesso. Precisávamos de um pouco de glamour, o glamour misturado com o som das coisas que entendíamos, pois estávamos ficando entediados com a angústia americana do grunge e queríamos um pouco da angústia britânica.


Jornalista: Quão sísmico você diria que a morte de Kurt Cobain foi para permitir que a cena Britpop se reproduzisse?

Lamacq: É realmente enorme. Sem a figura do seu talismã, o grunge realmente lutou por uma direção após a morte de Cobain. O fato de tudo ter acontecido em poucos dias diz muito, sabe? Passaram-se poucos dias antes de descobrirmos que Kurt Cobain havia morrido e naquela mesma noite em que ele havia falecido foi quando o OASIS estava se apresentando ao vivo na rádio da BBC.

Lamacq: Então, havia 02 coisas acontecendo. Uma delas era que, sem Kurt Cobain, o grunge ficou sem rumo, pois ninguém poderia ser um porta-voz e ninguém mais poderia ser admirado daquela mesma maneira. Ao mesmo tempo, o Britpop estava pronto para começar. O período de gestação do Britpop começou em março de 1993, tipo, teve 01 ano para ganhar impulso. Várias bandas britânicas estavam lançando os seus singles naquele mês e já tínhamos algumas delas sendo indicadas a prêmios aqui na Europa.

Lamacq: Naquela época, as pessoas realmente queriam músicas populares em que pudessem acreditar e aqui estava algo pronto para acontecer. Se Kurt Cobain tivesse morrido 01 ano antes, eu não acho que o Britpop estaria pronto para ocupar aquele mesmo lugar que ocupou, pois as coisas teriam acontecido de maneira muito diferente.




Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page