top of page
  • by Brunelson

David Gilmour: qual a banda que ele disse que seguiu os passos do Pink Floyd?


É seguro dizer que o PINK FLOYD foi uma das bandas que mais desafiaram os limites de sua época.

Desde o seu 1º capítulo psicodélico até às texturas ambientais e cerebrais do seu último álbum de estúdio, "The Endless River" (15º disco, 2014), ao longo de toda a sua jornada a banda sempre esteve comprometida em melhorar artisticamente. E essa atitude, em conjunto com o seu talento indubitável, provou ser uma fórmula maravilhosa.

O arco criativo do PINK FLOYD é simplesmente o mais notável que existe. Eles passaram do caprichoso rock psicodélico da era liderada por Syd Barrett (vocalista/guitarrista/compositor original) para um período de experimentação criativa e de metamorfoses, lançando álbuns como "Ummagumma" (4º disco, 1969), antes do grupo entrar em um estágio refinado de álbuns conceituais, gerando obras-primas como "The Dark Side of The Moon" (8º disco, 1973).

Então, à medida que Roger Waters (vocalista/baixista) assumiu mais controle dos procedimentos, o quarteto continuou a criar álbuns conceituais, mas na 2ª metade da década de 70 e avançando para a década de 80, eles foram se tornando muito mais expansivos e com um toque cada vez mais politizado, já que Waters usou a sua música como um canal para criticar os poderes constituídos.

Sendo um exemplo brilhante para que músicos iniciantes nunca fiquem parados, a carreira do PINK FLOYD é uma odisseia sonora dos mais altos padrões e graças ao seu som intelectual e dedicação para avançar em novas áreas a cada álbum que lançavam, outra banda que muitos consideram os sucessores espirituais do PINK FLOYD é o RADIOHEAD.

E a jornada do RADIOHEAD também é cintilante, desde o seu disco de estreia em 1993 através do rock alternativo e grunge, "Pablo Honey", até o seu último álbum de estúdio lançado, "A Moon Shaped Pool" (9º disco, 2016), onde no meio disso tudo é gratificante observarmos toda a sua evolução sonora.

Sendo entrevistado pela Billboard em 2006, perguntaram a David Gilmour (vocalista/guitarrista do PINK FLOYD) se há alguma banda atual que ele acha que assumiu o “manto musical do PINK FLOYD”. Embora não tivesse certeza sobre o uso da palavra “manto”, Gilmour disse que se alguém fez isso, ou seja, movendo a música em uma direção diferente, foi o RADIOHEAD.

Ele explicou: “Não sei sobre isso de assumir o manto, mas há muitas pessoas que tentaram muito levar a música para uma direção diferente e seguir o seu próprio caminho. Obviamente, isso aconteceu com o RADIOHEAD”.

Esta não tinha sido a 1ª vez que David Gilmour citava o RADIOHEAD.

Ao falar com a Q Magazine em 1999, ele foi questionado sobre o que achava da obra-prima do RADIOHEAD, o álbum "OK Computer" (3º disco, 1997). Surpreendentemente, Gilmour revelou que preferia o 2º álbum deles, "The Bends" (1995), porque "apresenta muito mais guitarras".

Gilmour finalizou: “Eu sou fã do RADIOHEAD e eles são muito bons, mas na verdade, prefiro o disco anterior deles... Como se chama mesmo? 'The Bends', isso mesmo".


Comments


Mais Recentes
Destaques
bottom of page