top of page
  • by Brunelson

Bob Dylan: qual a sua música preferida do Nirvana?


Diante do título dessa matéria, Bob Dylan e NIRVANA não poderiam estar mais distantes um do outro.

O primeiro é um herói do folk seguindo os passos do eminente Woody Guthrie, e Dylan foi o 1º músico a ganhar o Prêmio Nobel pelas sua literatura; o segundo são heróis do rock alternativo que mudaram a trajetória da música da noite para o dia - o que significa que musicalmente são muito diferentes.

Bom, isso é o que aparenta na superfície...

Na verdade, existem mais semelhanças entre os dois ícones do que poderíamos pensar inicialmente.


O 1º fator que os une é que eles são dois dos artistas musicais mais importantes que já existiram, fazendo muito para tornar a música popular um lugar melhor, acrescentando elementos que agora são considerados fundamentais e cruciais na forma de composição musical e lírica.

Devidamente, as influências de Bob Dylan e do NIRVANA são onipresentes hoje, com uma variedade de artistas diferentes citando-os como tendo um impacto definidor em suas carreiras.

O 2º fator é que Bob Dylan e o falecido frontman do NIRVANA, Kurt Cobain, são dois dos maiores compositores que o mundo já viu. Dylan fez o seu nome pela primeira vez no início dos anos 60, escrevendo canções de protesto que ajudaram a alimentar o fogo contracultural antes de embarcar em uma odisseia criativa que o viu experimentar de tudo, do jazz ao hard rock.

Quanto a Kurt Cobain, ele era uma espécie de resposta da Geração X a John Lennon. Ele habilmente fundiu melodias açucaradas com uma forma lamacenta de rock que significava que o NIRVANA tinha uma atração cruzada que o mundo não via desde os dias dos BEATLES.


Alguns podem argumentar que Cobain beliscou o seu modo dinâmico "silencioso, alto e silencioso", dos heróis da banda PIXIES, mas no final do dia, é um ponto discutível, já que a qualidade de suas músicas e letras falam por si só.

Dado que Kurt Cobain foi um artista tão pioneiro, faz sentido que Bob Dylan estivesse ciente do seu trabalho e sendo um dos comentaristas mais eminentes da música, Bob Dylan procura mostrar em entrevistas um amor pela música que é tão variado quanto o seu próprio catálogo musical.

E para quem não sabe, assim como muitos ícones e lendas do rock'n roll e da música em geral, acontece que Bob Dylan também é fã do NIRVANA e uma de suas músicas em particular que lhe deixou uma marca, é a lenta e melancólica "Polly" (2º disco, "Nevermind", 1991).

Bob Dylan ouviu esta canção pela 1ª vez num show que ele assistiu e depois a destacou como um dos melhores momentos no setlist da banda, que ganhou o mérito principalmente à natureza cândida da performance de Cobain, tipificada por sua versão no acústico da MTV em 1993.

Compreendendo profundamente o talento de Kurt Cobain, ele citou essa música como a sua preferida do NIRVANA e elogiou o ícone grunge numa entrevista nos anos 90, dizendo: “Esse garoto tem coração”.


"Polly"


Comentarios


Mais Recentes
Destaques
bottom of page