• by Brunelson

Pearl Jam: "nossos corações continuam doendo", sobre tragédia no Roskilde Festival em 2000


"Estamos para sempre na sombra da sua dor e perda", postou o PEARL JAM recentemente em rede social, ao lembrar dos 20 anos do falecimento de 09 pessoas no show da banda no Roskilde Festival, na Dinamarca.


Em 30 de junho de 2020, marcou os 20 anos da apresentação do PEARL JAM no fatídico Roskilde Festival, um festival anual de música que acontece a aproximadamente 40 quilômetros dos arredores de Copenhague, capital da Dinamarca. A tragédia ocorreu naquele dia em que o tamanho da multidão se tornou incontrolável, resultando na morte de 09 jovens de 17 a 26 anos, que sufocaram ou foram pisoteados pela multidão.


"Um momento inesperado interveio que mudou para sempre todos os envolvidos", escreveu o guitarrista do PEARL JAM, Stone Gossard, em nome da banda nas redes sociais. “Os 09 jovens que foram pisoteados... A vida de suas famílias e entes queridos que tiveram que suportar imaginando as suas mortes repetidas vezes e a realidade de nunca mais vê-las... Mais todas as pessoas no festival que testemunharam o que estava acontecendo e tentaram fazer algo, talvez levantando alguém do chão ou não sendo capaz de...”


Ele acrescentou: "E aqueles, como a nossa banda, que nunca perceberam que alguma coisa estava acontecendo até que fosse tarde demais... Todos nós para sempre esperando que as notícias fossem diferentes".


A Billboard tinha informado em 2002 que uma investigação sobre o incidente determinou que nenhuma acusação seria registrada.


"Não há razão para presumir que algo punível tinha que ser feito", disse o promotor estadual, Erik Merlung, em comunicado à imprensa na época.


No entanto, a declaração da banda observou que eles ainda sentem o ônus da responsabilidade pelo que aconteceu naquele dia, especialmente agora que eles viraram pais de família.


Gossard continuou: "20 anos depois, nós da banda tivemos filhos e o nosso entendimento da gravidade e a perda sentida pelos pais desses meninos aumentaram exponencialmente à medida que imaginamos os nossos próprios filhos morrendo em circunstâncias como em Roskilde no ano de 2000. É impensável, mas está aí... Seria o nosso pior pesadelo. Todos os dias os nossos corações continuam doendo e nossos estômagos se reviram pelos pensamentos daqueles jovens que estavam morrendo e do que poderia ter sido diferente, se ao menos... Mas nada muda o que aconteceu”.


O guitarrista acrescentou: “As nossas mais profundas condolências e desculpas às famílias que perderam os seus filhos naquele dia. Aos irmãos, vovós, vovôs e amigos, todos que perderam o seu precioso ser... Todos deixaram de cumprir o que era necessário naquelas horas anteriores a tragédia e naqueles dias após a fatalidade. O festival, a mídia e inclusive nós".


A banda observa que eles se afastaram dos olhos do público por um tempo à luz da situação e ficaram indignados com os relatos que implicavam que eles eram os responsáveis pela tragédia.


Gossard ainda disse: “As nossas palavras não ajudaram naquele ponto e nós nos escondemos e esperávamos que não fosse nossa culpa. Desde então, tentamos mostrar o nosso melhor”.


Esta postagem sincera de Gossard conclui, afirmando que a banda é tocada pelo fato de que as vítimas morreram tentando se aproximar do grupo de rock que elas amavam.


O guitarrista finalizou: “Homens jovens que amavam o PEARL JAM e queriam se aproximar de nós. Essa foi a linha direta de todos aqueles que faleceram naquele dia e esperamos nunca saber como é ter este tipo de perda. Esperamos... Estamos para sempre na sombra de sua dor e perda e aceitamos essa sombra e somos eternamente gratos por compartilhar esse espaço sagrado. O espaço criado pela ausência dessas 09 jovens pessoas…”


A revista Rolling Stone relatou na época da tragédia, que testemunhas oculares do palco atestaram que era quase impossível para qualquer um que estivesse se apresentando, ser capaz de ver ou ouvir o que estava acontecendo até que fosse tarde demais.


Confira as outras matérias que o site rockinthehead já publicou sobre essa triste história, com algumas peculiaridades e informações para entender melhor o ocorrido:


* Pearl Jam: relembrando Roskilde/Dinamarca


* Eddie Vedder: citando filha de Cornell e tragédia ocorrida em Roskilde


* Pearl Jam: resenha sobre a canção "Love Boat Captain", do disco "Riot Act"

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead