• by Brunelson

The Doors: coleção massiva de escritos de Jim Morrison será lançada em junho de 2021


Conforme noticiado pela revista Rolling Stone, o novo livro "The Collected Works of Jim Morrison" apresentará letras não gravadas, trechos de cadernos manuscritos, um tratamento em documentário e muito mais sobre o saudoso vocalista do THE DOORS.

Em algum momento antes da sua morte em julho de 1971, Jim Morrison escreveu à mão uma lista, intitulada “Plan For Book,” que expôs os seus pensamentos sobre uma coleção de sua poesia, letras e outros trabalhos. Agora, 50 anos após o seu falecimento e o lançamento do seu último álbum com o THE DOORS, esse projeto está se concretizando no que promete ser a coleção mais exaustiva de suas composições até hoje.

A ser publicado em 08 de junho de 2021 pela HarperCollins, "The Collected Works of Jim Morrison: Poetry, Journals, Transcripts and Lyrics", promete ser uma espécie de filmagem de Morrison.


Com quase 600 páginas, o livro - compilado com a cooperação de sua propriedade - reúne a maior parte dos seus trabalhos publicados anteriormente, de letras de músicas a poesia ("Horse Latitudes", "The Celebration of The Lizard"), bem como a totalidade das coleções de redação publicadas postumamente, "Wilderness" e "The American Night".

Aproximadamente metade do livro consiste em material não publicado anteriormente, incluindo letras não gravadas, trechos manuscritos de 28 cadernos descobertos recentemente e 160 fotos e desenhos (incluindo fotos de família raramente vistas).


Entre os trechos dos cadernos de Morrison estarão seus pensamentos sobre o seu julgamento em Miami em 1970 (ele foi considerado culpado de exposição indecente e profanação aberta), bem como o que se acredita serem os escritos finais de Morrison - o conteúdo de um caderno da cidade de Paris, pouco antes de sua morte na capital francesa.

Outras raridades incluem o tratamento de Morrison para "The Hitchhiker", um projeto de filme no qual ele interpretou um vagabundo assassino, onde partes dele foram eventualmente filmados como seu filme experimental "HWY". Um audiobook que acompanha inclui o primeiro lançamento da sessão final de gravação de poesia de Morrison, realizada num estúdio em Los Angeles em seu 27º aniversário em dezembro de 1970.

O livro tem o potencial de dar início a outro renascimento de Morrison, mas também pode servir como o culminar dos próprios sonhos do vocalista, a de ser levado a sério como escritor.


Em uma entrevista de 1969 para a revista Rolling Stone, ele foi questionado: "Você se vê indo mais para a escrita de livros?" Morrison respondeu: “Essa é a minha maior esperança... Esse sempre foi o meu sonho”.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques