• by Brunelson

Ramones: como um polêmico filme cult inspirou a música "Pinhead"?


Em 1976, os RAMONES se viram vagando pela interminável extensão de rodovias no Estado de Ohio. A chuva caía há dias, seguindo-os enquanto eles queimavam uma trilha passando por cidades como Columbus, Cleveland, Cincinnati, Akron e etc...

Através da janela da van de turnê realizando a turnê americana do seu álbum de estreia, "Ramones" (1976), eles podiam ver os campos se transformando em pântanos e as colheitas se curvando sob o peso de tanta chuva que caía. A tempestade em curso causou tanto estrago, que quando os RAMONES foram se apresentar em uma pequena cidade onde foram convidados para tocar num evento ao ar livre, encontraram os organizadores do mesmo desmontando o palco às pressas.


Com o seu próximo show cancelado, os RAMONES não tiveram outra opção a não ser tirar o dia de folga.

Claro, eles não tinham a intenção de passar o dia na chuva, então, a banda procurou um lugar onde pudessem passar as horas. Eles se estabeleceram em um pequeno cinema de arte que naquela noite estava exibindo um controverso filme de terror de 1932 chamado "Freaks". Com a chuva caindo lá fora, eles entraram no cinema.

Situado no cenário de um circo francês itinerante, "Freaks" conta a história de uma trapezista que se junta a um coletivo de artistas do circo (com deformidades) com um plano para matar um anão rico e roubar a sua herança. No entanto, "Freaks" é muito mais do que um conto de horror: é também um conto de amor e aceitação.

De fato, a cena em que toda a turma está reunida em torno de uma mesa cantando: “Gabba gabba, we accept you, we accept you, one of us!”, inspirou o famoso bordão e outro lendário grito do punk rock dos RAMONES, “Gabba Gabba Hey!”, que apareceu pela 1ª vez na música "Pinhead" (2º disco, "Leave Home", 1977).


* Ramones: resenha do álbum "Leave Home"

Na época, o filme "Freaks" foi banido pela British Board of Film Classification (BBFC) com base no fato de que “explorou por razões comerciais as pessoas com deformidades que alegava dignificar”.

Mas em vez disso, o diretor queria que o público olhasse para os corações e mentes dos mutilados e deformados, revelando-os mais dignos e virtuosos do que a bela, mas moralmente falida trapezista, Cleópatra.


* Bad Brains: "não se preocupe com o que as pessoas dizem sobre você ser estranho ou diferente"

Para os RAMONES, cujo vocalista, Joey Ramone, era um adolescente renegado e considerado estranho na juventude com passagens em alas psiquiátricas, o filme teve uma ressonância imensa nele - assim como para os outros membros dos RAMONES com as suas respectivas e particulares histórias de vida.


RAMONES também eram vistos como uma trupe de artistas "freaks", estranhos, evitados pela indústria da música e odiados pelo establishment do rock em quase toda a carreira, mas com a frase “Gabba Gabba Hey!” eles criaram em forma musical um sentimento existencialista de compreensão, identificação e aceitação social, uma frase que permitiu que outros músicos (freaks) dos bueiros e underground criassem coragem e se sentissem confortáveis em pegar os seus instrumentos e subir ao palco da forma que fôsse.


Tudo enraizado no som punk rock de quem criou o gênero, os RAMONES.


"Pinhead"


  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques