top of page
  • by Brunelson

Metallica: como a banda entrou para o Livro dos Recordes?


METALLICA é uma banda familiarizada com a ideia de estabelecer recordes.

Dito isso, esses elogios geralmente dizem respeito a ser a banda de heavy metal que mais vendeu cópias de discos de todos os tempos, no entanto, os reis do metal também estabeleceram um recorde interessante que lhes rendeu um lugar no Livro dos Recordes em 2015, o Guinness Book of World Records (foto).

A banda se tornou a 1ª a tocar em todos os 07 continentes do globo terrestre em 01 ano (2013), embora o feito não tenha sido adicionado ao Livro dos Recordes até o final de 2014 e aparecendo na versão de 2015 como um grande presente de Natal.

Ao alcançar esse recorde, o grupo havia dito em um comunicado: “Em nosso último ano, quando pegamos a estrada e como fazemos na maioria das vezes, visitamos muitos de nossos lugares preferidos junto com alguns lugares novos e não percebemos que estávamos numa turnê que quebraria um recorde mundial”.

A declaração continuou: “Ainda bem que alguém estava prestando atenção, já que conseguimos tocar em todos os 07 continentes em 01 ano, tornando-nos a 1ª e única banda a fazê-lo! Nossos amigos do Guinness Book of World Records tomaram conhecimento, concedendo-nos a distinta honra de figurar em seu livro oficial”.

O concerto recorde ocorreu em uma cúpula transparente na Estação Carlini, na Antártida, em dezembro de 2013. METALLICA realizou o show de 01 hora contendo 10 clássicas músicas para um público de 120 cientistas e vencedores de um sorteio.

A Estação Carlini pode ser encontrada na Ilha King George, uma das Ilhas Shetland do Sul da Antártida. A estação leva o nome de Alejandro Ricardo Carlini, um cientista argentino, e só é acessível por água e ar pela Base Marambio.

Falando sobre o recorde, o frontman da banda, James Hetfield, disse sobre essa marca histórica: “07 continentes em 01 ano com a Antártida sendo o show de uma vida. Sim, 120 cientistas e vencedores de sorteios. Sem falar nos 300 pinguins muito curiosos!”

Naturalmente, fazer um show num continente feito inteiramente de gelo traz os seus próprios desafios. Dado o terreno frágil da Antártida, METALLICA tocou com uma variação de seus métodos tradicionais de amplificação. Em vez disso, os amplificadores foram alojados em gabinetes de isolamento e os sinais foram enviados de lá para fones de ouvido usados pelo público.

Não muito diferente de uma silenciosa discoteca.


Confira a performance da faixa-título, "Master of Puppets" (3º disco, 1986), retirada dessa apresentação na Antártida:


Коментарі


Mais Recentes
Destaques
bottom of page