• by Brunelson

Nirvana: breve análise de quase todas as canções - "Escalator to Hell"


Como um adolescente de 11 anos que vivenciou aquela época e começou a escutar rock e grunge em 1991, posso dizer sem dúvida que este foi o último grande pico na história do rock, onde a música atuava em poder global de transformação cultural e cognitiva na sociedade - só lembrando que no caso do NIRVANA, apenas atingiu um arco que ia desde crianças inocentes ainda brincando de carrinho e empregadas domésticas, até empresários e playboys.


Ajuda, é claro, o fato de que algumas daquelas bandas não existam mais (com hiatos ou vocalistas falecidos), então, elas nunca tiveram a chance de apresentar novas sonoridades e tudo o que fizeram assumiu o status de um fóssil precioso.


Em relação ao NIRVANA e considerando que as composições de Kurt Cobain ficaram melhores à medida que os anos passavam durante a sua vivência - e dadas as boas músicas com as quais ele estava mexendo em 1994 e que poderiam entrar num futuro álbum do NIRVANA - numa análise de mundo perfeito e musicalmente falando, creio que eles tinham anos de grandeza pela frente.


É uma tragédia que nunca saberemos no que iria dar, mas é uma bênção para todos aqueles que foram tocados pela mistura única de poder, fragilidade, paixão e dor de Kurt Cobain, acompanhado por Dave Grohl na bateria e Krist Novoselic no baixo - em relação à formação clássica da banda.


Então, aqui estão quase todas as canções (originais e covers) que o NIRVANA e o grupo anterior de Cobain, FECAL MATTER, lançaram e que eu pude encontrar, onde criei breves resenhas para os fãs.


Só destacando que as músicas lançadas no disco solo póstumo de Kurt Cobain em 2015, "Montage of Heck", foram descartadas, porque reconheço que para muitos fãs do NIRVANA alguns não conseguem aguentar.


Sem nenhuma ordem qualitativa ou cronológica, segue o breve parecer sobre a faixa "Escalator to Hell", pela banda FECAL MATTER:



Música: "Escalator to Hell"

Fita Cassete: "Illiteracy Will Prevail" (demo, 1986)


Há um comentário no YouTube de um fã sobre esta faixa: “Eu amo praticamente todos os sons que Kurt Cobain já fez com vocal, guitarra, violão, baixo e até bateria. Isso, no entanto, não me interessa nem um pouco...” Ele sabia do que estava falando, mas não se enganem, esta faixa não foi lançada no disco "Montage of Heck".

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques

2016 by RockInTheHead