• by Brunelson

Roger Waters: "eram 02 rios de chá espirrando do seu nariz", quando fez Nick Mason engasgar


Está bem documentado que Roger Waters e David Gilmour do PINK FLOYD sempre compartilharam uma parceria um tanto disfuncional.


* Pink Floyd: uma sobrevoada entre as brigas de Roger Waters e David Gilmour

Waters, ao longo do seu tempo na indústria musical, sempre hesitou um pouco em relação à ideia de colaboração e preferia ser o capitão do seu próprio navio. Ele ainda tem um vínculo especial hoje com o baterista Nick Mason, embora Waters quase acidentalmente tenha "matado" o seu querido amigo.

PINK FLOYD foi formado em 1965 após um encontro casual num carro entre Roger Waters e o tecladista Richard Wright - que uniu a banda. Embora o grupo, sem dúvida, tenha obtido um sucesso incomparável, as coisas poderiam facilmente ter acabado de forma muito diferente se o baterista Nick Mason não pudesse dirigir. Waters costumava pedir carona ao baterista quando eles estudavam arquitetura juntos na Regent Street Polytechnic. A amizade entre eles nunca azedou completamente em 50 anos, embora tenham ficado à deriva por alguns anos antes de reacender a sua amizade.

Os dois tocaram juntos pela última vez em 2019, uma época em que Waters fez uma aparição surpresa na banda solo de Nick Mason no Beacon Theatre em New York. Ele se juntou ao grupo para uma alegre apresentação da canção "Set The Controls For The Heart of The Sun", onde até falou ao público: “A propósito sobre este show, Nick, a minha sincera opinião é que você parece muito melhor hoje do que naquela época”.

“Eu realmente gostei e obviamente amo Nick”, disse Waters numa entrevista após este show para a revista Rolling Stone. “Ele é um velho amigo e felizmente todas aquelas pontes foram reconstruídas. Nós nos vemos com frequência e eu o adoro. A atmosfera naquela noite estava maravilhosa e eu não poderia estar mais feliz do que poder dividir o palco e cantar uma de minhas músicas com a banda dele”.

Antes disso, durante uma entrevista em 2015, Waters foi questionado sobre ele e Nick estarem planejando algo, então, Waters divulgou uma história bizarra sobre como ele quase causou a "morte" de Nick Mason durante os seus dias de PINK FLOYD: “Será ótimo se conseguirmos parar de rir por tempo suficiente para responder a qualquer uma das perguntas, porque temos uma longa história com Nick... É de rir muito, infelizmente ou felizmente. Quase o matei uma vez, sabia? Quando éramos jovens”, disse Waters, do nada.

“Estávamos ensaiando e já era os finalmente, então, a banda estava se arrumando para ir embora e me lembro que estávamos no final do ensaio e costumávamos criar situações perigosas uns com os outros. Estávamos fazendo alguma coisa e alguém acabara de nos servir algumas xícaras de chá bem quente. Então, esperei até que ele bebesse metade de um gole de chá e não sei por que isso aconteceu com ele, mas eu tinha acabado de exclamar a palavra ‘Iate!’ no meio daquele grande gole dele e aquilo pegou ele de jeito, sabe? Nick simplesmente explodiu com aquilo".

“Saíram 02 rios de chá espirrando do seu nariz, quero dizer, ele estava em agonia e eu pensei: 'Oh, Deus, eu o matei’. Não pude ajudá-lo na hora porque estava rindo muito, mas ele acabou se recuperando. Se você o encontrar um dia, pode perguntar a ele: ‘Roger disse que quase matou você um dia’ e ele dirá ‘Sim, ele quase me matou’".

Embora os dois possam agora olhar para trás e relembrar os tempos que compartilharam juntos, é uma pena que a desavença entre Waters e Gilmour não permita que todos estejam na mesma página.

O baterista Nick Mason é uma espécie de pacificador em ambos os lados da guerra civil do PINK FLOYD e possui a mais alta consideração por cada protagonista, já que o seu papel na banda realmente não pode ser subestimado.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques