• by Brunelson

Nirvana: "não deixávamos Kurt Cobain dirigir a van nas turnês"


Dave Grohl foi entrevistado pelo site Hollywood Reporter e compartilhou histórias nunca antes contadas sobre a vida na estrada fazendo parte do icônico power trio da história do rock: NIRVANA.


* Nirvana: relembrando quando ganharam o 1º ônibus de turnê

"Foi fodidamente insano", disse o baterista do NIRVANA e que também é vocalista/guitarrista do FOO FIGHTERS.

À medida que mais e mais atos estão surgindo em quartos iluminados por laptops nesses tempos cibernéticos, Dave Grohl continua a ser a cara da velha tradição de pegar um instrumento, praticá-lo até os dedos sangrarem e em seguida, cair na estrada numa van velha e amassada para compartilhar as suas músicas ao mundo.

Grohl, com 52 anos de idade, capturou essa experiência em seu mais novo documentário, "What Drives Us" (2021), entrevistando novos artistas e lendas do rock. E antes da estreia do documentário, Grohl foi entrevistado e relembrou aquelas noites frias e difíceis em meio a uma tempestade de neve para chegar ao próximo show do NIRVANA.

Seguem alguns trechos dessa entrevista:

Jornalista: Então, sobre o quê fala o seu mais novo documentário, "What Drives Us"?

Dave Grohl: Eu ainda tenho aquela van em que o FOO FIGHTERS realizou a 1ª turnê em 1995. É uma van Dodge Ram '95 que usamos em nossas primeiras turnês. Quando eu olho pela janela do nosso estúdio e a vejo no estacionamento, ela representa algo mais do que apenas um balde de ferrugem pra mim. Isso realmente serve como uma espécie de referência ou base para que eu aprecie onde estamos hoje.

Grohl: Achei que seria interessante sair e conversar com esses músicos mais jovens e outros já estabelecidos, sobre o que faz você jogar a sua vida fora e pular em uma velha van com os seus amigos para compartilhar a sua música com o mundo? Sem nenhuma garantia de que vai valer a pena, exceto apenas a experiência de fazê-lo, então, esse foi realmente o começo do documentário.

Jornalista: Você deve ter algumas histórias incríveis viajando numa van. Então, por que não começamos com o NIRVANA?

Grohl: Cada dia é uma aventura quando você está numa excursão em uma van. Cada experiência é uma história maluca... Me lembro de dirigir sobre as Montanhas Rochosas (Rocky Mountains) em nossa van numa turnê de quando entrei no NIRVANA em 1990. Era uma tempestade de neve e tivemos que parar no meio da rodovia porque havia um alce de 3 metros de altura na nossa frente. Ficamos com medo que ele pudesse nos atacar e todo mundo só falava: "Não buzine! Não buzine! Ele vai atacar a van!" e apenas merdas estúpidas como essa.

Grohl: Quando o álbum "Nevermind" foi lançado (2º disco do NIRVANA, 1991) e começamos a turnê em setembro de 1991, ainda estávamos numa van. Estávamos puxando um trailer com a van e éramos todos nós e nossa equipe em uma van, então, o álbum começou a explodir nas paradas enquanto tocávamos em locais que comportavam 100, 200, talvez 300 pessoas. O videoclipe da música “Smells Like Teen Spirit” estava na MTV e estávamos chegando com a nossa van nesses locais dos shows que estavam lotados de pessoas em uma situação de tumulto iminente. Você está experimentando todas essas coisas sentado no banco de uma van e fica pensando: "Mas que porra está acontecendo agora?" Então, sim, quero dizer, todo dia havia algo novo e foi uma loucura do caralho.

Jornalista: Você dormia na van ou em motéis/hotéis?

Grohl: Bom, se você tem a sorte de ficar num hotel, você geralmente está dormindo todo dobrado em algum quarto infestado de baratas, mas normalmente, numa van, você constrói uma plataforma para colocar o seu equipamento embaixo dela e dorme em cima da plataforma.

Grohl: Antes do NIRVANA, comecei a fazer turnê quando tinha 18 anos de idade com uma banda chamada SCREAM e nunca nos hospedamos em hotéis. Ou você dormia na van ou conhecia alguém que era legal o suficiente para deixá-lo dormir no sofá da casa dele - e isso sim era um luxo. Se você não tivesse que dormir em cima dos seus amplificadores, você estaria dormindo no sofá e era: "Ah, Deus, isso é incrível".

Grohl: Vou te dizer uma coisa... Ainda hoje, quando adormeço à noite, uma das primeiras coisas que me conforta quando coloco um cobertor sobre mim, é lembrar como foi dormir no sofá de um estranho e o conforto nisso. Isso é o que me faz dormir quase todas as noites e não estou brincando, cara. Juro por Deus, que se eu pensar naquele sofá que dormi na cidade tal, na pessoa que me deixou dormir em sua casa e eu enrolado no meu saco de dormir, eu caio direto na porra do sono.

Jornalista: Então, vocês três no NIRVANA estavam dormindo na van nestes sacos de dormir?

Grohl: Quero dizer, quando o NIRVANA iniciou a turnê do álbum "Nevermind", nós teríamos quartos de hotel. Então, no começo eu dividia um quarto de hotel com Kurt Cobain. Já Krist Novoselic (baixista) compartilhava outro quarto de hotel com a sua esposa. Assim como a pessoa responsável pelo equipamento de som e o nosso técnico de guitarra dividiam outro quarto, mas deixe eu lhe dizer uma coisa, esses hotéis que ficávamos no começo era como a merda de um motel qualquer e mesmo assim nós dizíamos: "Agora nós conseguimos! Eu tenho o meu próprio travesseiro, porra!" Antes, dormíamos enfileirados que nem sardinhas na lata.

Grohl: Antes, quando dormíamos na van, havia noites que eram tão frias que a condensação da respiração de todos congelava na porra do teto de metal da van e então, pequenas gotas de gelo caíam e batiam no seu rosto e te acordava... Era nojento, cara.

Jornalista: A van não tinha aquecimento interno?

Grohl: Sim, quero dizer, não... Você está dirigindo pela estrada em uma maldita nevasca no Canadá. É a mesma experiência que toda banda jovem em turnê teve e todos nós já passamos por isso.

Jornalista: Dirigir com mau tempo pode ser muito perigoso. Uma banda (dueto) de Liverpool chamada HER'S, foi morta em sua van por um motorista que estava na direção errada no Estado do Arizona em 2019.

Grohl: Eu lembro disso... Sim, são aquelas coisas que você não necessariamente considera quando o seu coração está transbordando com esse desejo insaciável apenas de chegar à próxima cidade, subir no palco e tocar com toda a sua força. Você meio que joga a cautela ao vento... Acredite em mim, não havia muitos cintos de segurança ou airbags nas vans que viajei e suponho que seja um pouco perigoso, mas acho que isso não era prioridade na época.

Jornalista: Como você encontrou os seus motoristas para dirigir as vans?

Grohl: Você meio que sabe em cada banda quem é responsável o suficiente para assumir o volante e quem não é. É uma hierarquia silenciosa que você percebe, tipo: "De jeito nenhum esse cara vai ficar atrás do volante. E se ele fizer isso, eu não vou dormir uma porra sequer essa noite. Não mesmo!"

Grohl: Amo dirigir desde o momento em que tirei a minha carteira de motorista e não tenho nenhum problema em dirigir por 18 horas seguidas, até hoje, sabe? Eu vou pular no volante e apenas vou, cara. Pra mim, é quase um momento meditativo e é ótimo! Eu amo uma boa viagem e é uma das minhas coisas favoritas no mundo.

Jornalista: Então, você não tinha um motorista específico ou o empresário de turnê para conduzi-lo?

Grohl: Não, cara, quero dizer, ter mais uma pessoa na van só deixaria o carro mais lotado e seria mais 01 sanduíche que você teria que comprar para alimenta-lo. É como: "Foda-se", porque os membros da banda estão dirigindo e é assim que funciona.

Jornalista: Para encerrar, Kurt Cobain era um bom motorista?

Grohl: Acho que talvez ele fosse uma pessoa que não permitíamos que dirigisse a van. Eu não me lembro dele dirigindo, sério mesmo... Sim, era somente eu, Krist ou a pessoa que cuidava do nosso equipamento que dirigíamos a van. Eu não acho que Kurt assumiu o volante uma vez sequer e essa é uma engraçada e boa pergunta.

  • Facebook Social Icon
Mais Recentes
Destaques